Au Pair nos Estados Unidos x Au pair na Holanda – qual é o melhor

Au Pair nos Estados Unidos x Au Pair na Holanda, qual escolher? Qual é o melhor?

O programa de Au Pair existe em vários países da Europa assim como Estados Unidos (o mais procurado) e até mesmo na China.  Muitas meninas(o) que tem vontade de participar deste programa de intercâmbio (um dos mais baratos do mundo) acabam se pegando na dúvida de qual país escolher.

Como fui au pair por 2 anos nos Estados Unidos e 1 ano na Holanda, depois de ambas as experiências, que foram bem diferentes, quero deixar neste post um relato sobre as principais diferenças em ser au pair nestes dois países.

Leia também:

Antes de falar sobre as diferenças, é importante um momento de reflexão para você entender em qual dos dois países se encaixa mais, já que ambos oferecem experiências distintas. Então refleti aí, qual o seu objetivo em ser au pair? Seu foco é aprender ou aprimorar seu inglês? É viajar? É ganhar um dinheirinho e voltar para o Brasil com uma graninha? É fazer compras, eletrônicos, etc?

Refletiu? Bora para as principais diferenças entre o Au Pair nos Estados Unidos x Au Pair na Holanda.

Salário da Au pair – Estados Unidos x Holanda

Nos Estados Unidos a au pair ganha 195,76 dólares por semana, no total, quase 800 dólares por mês. Em contrapartida, na Holandinha, o salário é de 300-340 eurinhos por mês, uma mesada como é chamado. A diferença é bem alta já que nos EUA o salário é quase o triplo.

Desabafo: as au pair nos Estados Unidos são RICAS em relação as au pairs na Holanda.

É possível sobreviver ganhando apenas 340 euros por mês na Holanda, mas aí entra a questão das prioridades. O que você quer fazer? Viajar? Comer fora todos os finais de semana e sair para beber com as amigos(o), compras? FATO, diferente dos Estados Unidos, não tem como fazer tudo isso, ou você guarda o seu santo dinheirinho para viajar, ou fica sem viajar e gasta com outras coisas. Mas não desanime, uma vez ou outra a gente come fora também e bebe uma breja, dá para ser feliz gastando pouco.

A Holanda é um país caro para viver, aqui a gente paga até para fazer as necessidades nos banheiros públicos. Dito isso, tem que ter consciência que para conseguir sobreviver e se divertir ganhando tão pouco é necessário ter jogo de cintura e saber administrar seu dinheiro como: evitar comer fora, para isso leve lanchinhos quando sair, fazer um cartão OV weekend free para viajar de graça por toda a Holanda usando trem (custa apenas 32 euros por mês), além de outras dicas que ficará para um próximo post (este já está longo demais).

Já nos Estados Unidos, com um salário de 800 dólares por mês a coisa é diferente, como eletrônicos, roupas, além de outros itens são bem baratos, a gente acabando indo a loucura com as compras e ainda sobra um dinheirinho para comer fora nos fins de semana e a outra metade do salário guardar para as viagens. Como disse, era rica sem saber quando morava lá.

Nos Estados Unidos, no natal, aniversário e até mesmo quando ia viajar, minha host family as vezes me presentearam com presentes como 100 dólares para mais. Já na Holanda, como é da cultura, esqueça disso, até mesmo no natal as crianças e até familiares ganham presentes bem simples. Eu ganhei 50 euros de presente de natal dos meus hosts, mas gastei quase isso comprando os presentes para eles, ou seja, ganhei o que gastei kkkk (rir para não chorar né).

Não estou reclamando, eu amoo minha host family da Holanda, só quero frisar que além do salário ser bem maior nos Estados Unidos, em relação a dinheiro, acho os americanos bem mais mão aberta. Acho que fui mais “mimada” nos Estados Unidos com os presentinhos. Claro que tudo é muito relativo, tem família mão de vaca em qualquer lugar do mundo.

via GIPHY

Horas de trabalho: 45 horas nos Estados Unidos x 30 horas na Holanda

Já que o salário é bem mais alto nos Estados Unidos, a jornada de trabalho também é maior, até 45 horas semanais por semana. Já na Holanda é de até 30 horas semanais, bem menos e por isso a au pair vai ter muito tempo livre.

Eu por exemplo, na Holanda tinha semanas que não trabalhava nem 25 horas, dito isso, aqui a au pair tem muito tempo livre para explorar o país e até mesmo viajar, o foda mesmo é ter dinheiro para aproveitar todos estes dias de folga viajando.

O  meu objetivo foi de conhecer um país novo 1 vez por mês na Europa. Em boa parte, quase todos os meses eu consegui viajar, mas se ganhasse mais conseguiria viajar até 2 vezes no mês devido ao tempo livre (tinha sexta, sábado e domingo de folga quase toda semana).

Já nos Estados Unidos, a au pair trabalha muitooo e só folga nos finais de semana. E ainda tem meninas(o) que trabalham até nos finais de semana, então o caso é diferente, a gente ganha muito mais, mas em contrapartida as viagens só acontecem nas férias ou em feriados prolongados, isso quando a host family não te pede para trabalhar, pois tinha algumas vezes que era obrigada a trabalhar até mesmo nos feriados.

via GIPHY

Carro x Bicicleta

Estados Unidos – carro

Este é um fator decisivo para quem ainda está na dúvida, pois para quem quer ser au pair nos Estados Unidos é necessário ter carteira de habilitação já que boa parte das au pair usam o carro para levar as kids para a escola entre outras atividades. Dito isso, mesmo para quem tem habilitação, é bom se sentir segura na hora de dirigir um carro, afinal você estará sendo responsável pelas crianças.

E a parte mais legal é que muitas au pairs podem usar o carro no seu tempo livre para passear com as amigas e até mesmo viajar. Tem au pairs que tem o carro só para elas, outras, como eu, dividia o carro com a família.

Olha eu de conversível no Havaí, é alugado, mas demonstra como eu me sentia usando o carro da host family nos Estados Unidos, ricaaa.

Holanda – bicicletas

Esqueça de carro se vai vir para a Holanda, aqui o principal meio de transporte são as bicicletas. Faça chuva, faça muito frioo a gente pedala para todos os lugares já que as bicicletas são o meio de transporte para transportar as crianças.

Na Holanda, as bakfiets estão em todos os lugares, é uma bicicleta holandesa que a maioria das au pairs usam. Existem vários modelos, deste as de duas rodas (mais leve, porém mais difícil de manobrar), e as de 3 rodas (que são mais pesadas, mas são mais estáveis). A minha tem um motorzinho, uma versão elétrica da bakfiet que a deixa bem mais mais leve e rápida.

Essa bicicleta na foto é a famosa bakfiet que muitas au pairs usam para carregar as crianças

Como principal meio, saber andar de bicicleta é de extrema importância.

Eu amoo andar de bicicleta e confesso que de tão acostumada que estou, vou sentir muita falta da minha bike quando voltar para o Brasil. Mas nem tudo são flores, pedalar em um dia ensolarado é uma delícia, mas pedalar em um dia de chuva e frio de doer a orelha é sofrência.

Chapinha no cabelo, maquiagem, salto alto por exemplo é algo que nos dias de chuva fica difícil. E boa parte do ano o negócio é andar com uma capa de chuva na bolsa já que chove pra caramba neste país e sair toda agasalhada já que o frio é cruel na Holanda durante o inverno.

Au Pair nos Estados Unidos x Au Pair na Holanda

Idioma: Inglês x Holandês

Se o seu foco é aprender ou aprimorar seu inglês, vá para os Estados Unidos, o país tem o inglês como idioma oficial, diferente da Holanda no qual o idioma é holandês (ou neerlandês) e o inglês é a segunda língua.

A maioria dos holandeses falam inglês muito bem, sim, isso é verdade, mas lembre-se: o país gira em torno do holandês. A minha host family por exemplo, as vezes falo com eles e tanto eu como eles ficamos na dúvida de como dizer palavra X em inglês. Sem contar que o idioma usado nos trens, os produtos no mercado, TV, correspondências, etc, tudo isso estará em holandês.

Outra coisa, muitas crianças holandesas ainda não falam inglês. Tem au pairs que cuidam de crianças que não falam nadica de English. Se isso acontecer, a dica é fazer um curso básico de holandês usando o dinheiro da bolsa que a au pair tem direito (de até 300 euros). Neste caso, estudar inglês aqui vai ter que ficar para segundo plano já que a au pair vai ter que se virá para se comunicar durante 1 ano com as kids. Claro que o idioma usado para falar com elas vai ser o inglês, afinal, é essa a maneira que elas aprendem, e a criançada aprende rápido só de ouvir.

E tem mais, mesmo para as crianças que já falam inglês (o caso das minhas kids), quando elas estão brincando por exemplo, com certeza estarão falando em holandês. E sem contar que boa parte das vezes os meus hosts também só falam em holandês entre si.

Lembrem-se: nos Estados Unidos tudo funciona em inglês, seus futuros hosts e crianças falaram em inglês com você o tempo todo, é possível aprender gírias, novo vocabulário com as kids e na Holanda a au pair é muitas vezes a pessoa quem ensinará inglês para as crianças, mesmo para aquelas que já falam o idioma.

via GIPHY

E ressaltando, não quero iludir ninguém, não quer dizer que vindo para a Holanda você não aprenderá inglês, só quis frisar que os Estados Unidos é a melhor opção. Mas é sim possível aprimorar seu inglês nos Países Paixos, tudo vai depender da sua dedicação.

Leia também: 10 dicas para aprimorar seu inglês durante o intercâmbio

Idade: até 26 anos (Estados Unidos) x 30 anos (Holanda)

Se você ainda é novinha e se encaixa nos requisitos para ser au pair nos Estados Unidos, a minha dica é fazer como eu, ir primeiro para os States e depois Holanda, já que é possível chegar no país antes de completar 31 anos. Ou pode fazer o inverso, porque não. Tudo vai depender de qual é seu objetivo, se o principal é aprimorar o inglês, Estados Unidos primeiro.

Compras nos Estados Unidos x Holanda

Estados Unidos

Sem dúvida a futura au pair que tem intenção de ir às compras vai ser muita mais feliz nos Estados Unidos. Eletrônicos, maquiagens, roupas e muito mais você encontra no país por um precinho bem camarada, melhor dizendo a preço de banana se comparado com o Brasil. Roupas na Forever 21, na Ross, Tj Maxx, Marshalls e até a H&M fizeram do meu ano os lugares onde eu torrava meu dinheirinho.

via GIPHY

Holanda

Como dito anteriormente, com um salário de 340 euros por mês sendo au pair na Holanda, sinto te informar, mas é difícil ter este luxo de ir às compras ganhando tão pouco. Eletrônicos são caros, a Forever 21 também e a opção que sobra para nós é a linda Primark (loja que tem roupas com um precinho mais camarada) ou o que muitas au poors fazem, comprar roupas de segunda mão no maior brechó da Holanda, o IJ-Hallen que acontece uma vez por mês em Amsterdam. Já fui duas vezes e ameii, fica a dica 😉

Viagens nos Estados Unidos x Holanda

Estados Unidos

Viajar pelos Estados Unidos é uma delícia, o país é recheado de parques nacionais maravilhosos que eu nem sabia da existência antes de ir para lá, mas como o país é gigantesco, lá a gente viaja pelos estados americanos e este é o objetivo de muitas au pairs, conhecer vários estados durante seu ano.

No Alasca

Apenas para vocês terem uma ideia, no meu primeiro ano de au pair conheci Washington DC, Filadélfia, Miami, Atlantic City e fiz uma road trip na Califórnia que incluiu San Diego, Los Angeles, San Francisco, além das praias como Malibu, Laguna Beach e até uma cidadezinha fantasma, Calico Ghost Town. E nessa mesma viagem também fomos para Las Vegas e Grand Canyon.

Leia também: Roteiro de 8 dias pela Califórnia, Las Vegas e Grand Canyon

Em Laguna Beach na Califórnia

Já no segundo ano de au pair nos Estados Unidos, como fui morar na Califórnia, aproveitei mais os meus dias de folga. Fiz algumas viagens de finais de semana para o Yosemite Park, Napa Valley e Lake Tahoe. Além de Alasca e Havaí nas minhas férias.

Se for analisar, acho que viajei pouco nos Estados Unidos, pois conheço ex au pairs que já viajaram quase que o dobro que eu. No total, conheci 12 estados americanos. Mas como disse, nem tudo são flores, o salário é quase o triplo que na Holanda, mas em contrapartida a gente trabalha bem mais e acaba que falta tempo para viajar, sobrando apenas as férias.

No Havaí

Holanda

Já na Holanda a coisa é bem diferente, como o país é minúsculo, dirigindo algo como 2 horas você já estará na Bélgica, um outro país com uma cultura bem diferente. Pertinho também fica a Alemanha e França, cada país tem sua excentricidade, cultura, idioma, culinária que são totalmente diferentes da Holanda.

A facilidade em viajar pela Europa é incrível, e se conseguir achar uma promoção aérea ou até mesmo de ônibus fica ainda mais barato viajar pelos países do continente europeu. Eu já fui para Copenhague em uma viagem de final de semana e gastei menos de 50 euros no total. Achei uma promoção da flixbus e paguei 17 euros para a passagem de ônibus ida e volta. E lá na cidade fiz couchsurfing para economizar com hospedagem.

E ressaltando, com o OV Weekend Free é possível conhecer uma cidade nova no país todo final de semana, sem contar a facilidade de ir para Amsterdam todos finais de semana.

Eu já conheci mais de 25 cidades na Holanda no meu tempo livre, ainda estou bem atrasada nos posts, mas espero escrever até 2019 posts falando sobre cada cidade que visitei. Aqui no blog já falei de Naarden, Giethoorn e Zaanse Schans para quem se interessar.

Zaanse Schans – e nos dias de folga eu aproveito para conhecer uma cidade nova na Holanda

Nos Estados Unidos a gente viaja pelos estados americanos (também é possível ir para Bahamas, Cancún, Canadá e até mesmo fazer uma eurotrip pela Europa no primeiro ano de au pair, infelizmente não fiz nenhuma dessas viagens, mas tenho amigas que fizeram e amaram).

Já o au pair na Europa a gente coleciona países. Eu já conheci 12 países e ainda falta Irlanda e Espanha nas próximas semanas. Fui para a Inglaterra, Bélgica, Alemanha, República Tcheca, Noruega, França, Luxemburgo, Austria, Hungria, Itália e Dinamarca.

Em Bergen na Noruega

De um modo geral, gostei de viajar tanto nos Estados Unidos como na Europa, mas confesso que viajei o triplo como au pair na Holanda já que como tenho as sextas feiras off tive a oportunidade de fazer viagens mais curtas de 3 dias por exemplo.

Ressaltando, assim como nos Estados Unidos a au pair na Holanda tem direito a 10 dias de férias renumeradas. Mas a vantagem é que na Holanda a minha host family sempre viajava nas férias das crianças, pelo menos na região onde morei (em Blaricum), as kids tem férias de uma semana a cada 45 dias. Neste caso, se for contar, tive mais de 30 dias de férias durante meu ano de au pair no país dos moinhos.

Processo para o visto americano x holandês 

Holanda

O processo para obter o visto holandês é bem fácil. O que a futura au pair vai fazer é enviar toda a documentação exigida para a agência que será responsável em enviar toda a papelada para o IND. Sendo o visto pré aprovado, será necessário ir até o consulado holandês em São Paulo para fotos e impressões digitais. E o mais bacana é que não corre o risco do visto ser negado como nos Estados Unidos e quem paga as taxas do visto é a futura host family.

Estados Unidos

O processo para obtenção do visto americano foi o que mais me atormentou, já que exige mais documentação e ainda tem um risco (mínimo) dele ser negado. Tenho uma amiga que passou por isso em 2012, fez todo o processo que convenhamos, acaba tomando boa parte do nosso tempo para preencher papelada, entrevistas com famílias, etc. Em resumo, depois de tudo pronto, só faltando ter o visto concedido, a bomba, o consul negou o visto dela devido “a falta de vínculos com o Brasil”. É mais raro o visto J-1 ser negado, mas só quero frisar que pode acontecer.

A futura au pair é quem vai ter que se virá na hora de fazer todo o processo para a obtenção do visto americano como: pagar a taxa do visto, preencher o formulário online que estará todo em inglês, ir até o consulado americano para a entrevista (que na maioria das vezes é em inglês). Para mais informações, a Mia Alves, que já foi au pair nos Estados Unidos fez um post bem explicativo sobre como tirar o visto americano de Au Pair (o J-1).

Para fechar, na minha humilde opinião: se você já sabe falar inglês e quer aprender um novo idioma, a Holanda com certeza. Se seu foco é aprimorar o inglês, Estados Unidos. Se seu foco é conhecer vários países e viajar muitoooo, Holandinha. Se você quer comprar eletrônicos, muita roupa e até mesmo juntar um dinheirinho, Estados Unidos. Se você tem medo de dirigir e não tem carta de habilitação, vai de Holanda ser mais ativa já que a bicicleta será seu principal meio de transporte.

Au Pair nos Estados Unidos x Au Pair na Holanda
Dia do Rei na Holanda – Amsterdam

E qual país eu gostei mais? Para ser sincera, não tenho um favorito, amo os dois, mas acho que o primeiro intercâmbio é sempre mais marcante, o meu primeiro ano de au pair nos Estados Unidos eu nunca esquecerei, afinal foi a primeira vez que sai do Brasil para viajar para o exterior. E apenas uma observação, gosto mais do estilo de vida dos holandeses. Acho as crianças holandesas bem mais independentes e carinhosas (claro que não posso generalizar).

E respondendo a pergunta do título do post, qual o melhor? Para mim os dois países me ofereceram experiências únicas, mas se fosse para dizer de um modo geral, a Holanda é um país para a gente se apaixonar (só precisa chover menos para ficar perfeito).

Abraços
Josiane Bravo 🙂


***Leia também***


***Receba mais dicas de viagem***


 

4 Replies to “Au Pair nos Estados Unidos x Au pair na Holanda – qual é o melhor”

  1. Adorei o post! Super completo!

    1. Muito obrigada Flávia 🙂 Abraços

    1. Muito obrigada Luciana 🙂 Abraços

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: