20 passeios gratuitos em Amsterdam para curtir a cidade gastando pouco

Por Josiane Bravo

Como uma viajante econômica e que curte os passeios gratuitos, em Amsterdam os viajantes que prezam pela palavra “gratuita” vão ficar muito felizes de ver que a capital dos Países Baixos tem muita coisa para fazer de graça. Além da variedade de passeios pagos que também merecem uma visita. Mas com o euro ultrapassando os 4 reais … a primeira opção é a escolhida de muitos em uma cidade onde a gente tem que pagar até para ir nos banheiros públicos.

Para você meu caro leitor que pretende conhecer a cidade dos canais sem gastar muito, confira aqui 20 passeios gratuitos em Amsterdam.

 1. Passear no bairro mais charmoso de Amsterdam: o Jordaan

Coladinho com o centro histórico de Amsterdam encontra-se o bairro mais charmoso, inclusive está classificado entre um dos melhores bairros da cidade.

Caminhar sem rumo pelas ruas charmosas do Jordaan é sem dúvida um dos melhores passeios gratuitos em Amsterdam. É no bairro onde fica os canais mais fofos, assim como as autênticas casinhas típicas da cidade. Sem contar a variedade de restaurantes, bares e cafés aconchegantes.

Leia mais: Jordaan – 10 passeios incríveis para fazer no bairro mais legal de Amsterdam

 

2. Ver as luzes vermelhas no Bairro da Luz Vermelha e tirar fotos dos canais

O Distristo da Luz Vermelha em Amsterdam, também conhecido como “De Wallen” é polêmico por conta das vitrines que expõem mulheres (para prostituição), além da variedade de lojas de sexy shop e maconha. No entanto, para mim sempre esbanjou um certo charme seja durante o dia ou à noite, quando fica todo iluminado. Além disso, é uma das áreas mais antigas da cidade.

Caso não se importe com a fama do bairro, e claro, se estiver viajando sem crianças pequenas, acho válido incluir no seu roteiro este passeio gratuito. O bairro também conta com algumas atrações interessantes de se ver como a lindíssima igreja Oude Kerk. E também fica coladinho com o bairro chinês, que engloba a mesma região da luz vermelha.

Passeios gratuitos em Amsterdam - Distrito da Luz Vermelha

E para ter uma foto de cartão postal, adoro a rua Oudezijds Voorburgwal, nas proximidades da igreja Oude Kerk, de onde se tem uma vista linda da Igreja de São Nicolau ao fundo. É para mim um dos cantinhos mais charmosos do bairro visto através de uma das pontes que cruzam o canal de mesmo nome.

Passeios gratuitos em Amsterdam - Bairro da Luz Vermelha
Ao fundo a Igreja de São Nicolau e à esquerda a igreja Oude Kerk

3. Conhecer o antigo estaleiro de Amsterdam – NSDM-werf

Curte passeios descolados e arte de rua? Do outro lado do Rio IJ, em Amsterdam-Noord encontra-se um antigo estaleiro onde encontrará uma variedade de lugares interessantes e alternativos para ver e fotografar como um lindo mural de Anne Frank, obra do talentoso artista Kobra, cafés e restaurantes que ficam à beira de uma prainha artificial como o Pllek, que é feito adivinha do que? De containers.

Só atente-se, Amsterdam-Noord é um bairro bem amplo e que envolve vários sub-bairros (tipo várias divisões), essa área específica que recomendo é a NSDM-werf. É uma região que fica em uma antiga zona portuária que passou por uma grande revitalização. Para chegar até lá é bem simples. Basta pegar uma balsa gratuita, que por sinal já vale o passeio. Ao fazer a travessia que leva em torno de 15-20 minutinhos, já é possível contemplar Amsterdam de um ângulo diferente.

E como faz? Siga para a parte de trás da Estação Central, onde fica o porto. A balsa é a que fica escrita NSDM-Werf na plaquinha. Ao chegar na área, o mural da Anne Frank fica bem pertinho do ponto, não tem muito erro, é visível de longe.  Fica a dica de um lugar bacana em Amsterdam que tem fama de ser a região mais hippie e alternativa da cidade.

 
 
 
 
 
Ver essa foto no Instagram
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Uma publicação compartilhada por Josiane Bravo✈️ (@umaturistanasnuvens) em

 

4. Admirar Amsterdam vista do alto no terraço do museu NEMO

Durante os dias de sol, em especial no verão, se tiver a oportunidade, não deixe de conferir Amsterdam vista do alto. O bacana é que a cidade tem vários lugares de onde é possível apreciar os canais e arquitetura das casinhas do alto sem pagar nada. Este é o caso do terraço do Museu NEMO, que tem um formato pra lá de diferente, de um barco. Para entrar no museu a entrada é paga, mas se quiser apenas conferir o mirante, o acesso para o terraço é totalmente gratuito.

Para acrescentar, no terraço do museu você ainda vai encontrar um café aconchegante e atrações para os pequenos. Em resumo, um ótimo lugar para quem viaja com crianças. Só fique atento aos horários de funcionamento. Aliás, eles fecham o terraço em datas especiais e quando as condições do tempo não são boas (por exemplo dias de muita chuva e vento)

Endereço: Oosterdok 2
Horário de funcionamento: de terça a domingo das 10:00 às 17:30, o terraço fica aberto às segundas-feiras também, mesmo quando o museu está fechado. Mas fique de olho site para se programar.

Passeios gratuitos em Amsterdam - Museu Nemo
Terraço do Museu NEMO em um dia de verão

5. Biblioteca Pública –OBA

OBA, é a Biblioteca Pública de Amsterdam. Para os apaixonados por livros, é daqueles passeios imperdíveis. Além do interior ser muito lindo e aconchegante, o lugar reserva um mirante que vai te proporcionar uma bela vista panorâmica da cidade. É possível brincar de procurar os pontos turísticos. Eu curto muito este tipo de passeio e fiz até um post especial com dicas de lugares para ver Amsterdam do alto.

Leia também: 10 lugares com vistas incríveis para ver Amsterdam do alto
Passeios gratuitos em Amsterdam - oba

Além do ambiente calmo, na biblioteca também se encontra um café e restaurante no último andar. Fica a dica de um passeio gratuito ideal para os dias de chuva e frio, e claro, os pequenos vão curtir bastante o espaço para crianças. Localização: fica pertinho da Estação Central e do Museu Nemo.

Endereço: Oosterdokskade 143
Horário de funcionamento: diariamente das 10:00 às 22:00

Já contratou seu seguro viagem?

O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen. Para contratar o melhor seguro, eu uso e recomendo a Seguros Promo, site que compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo. Clique aqui e faça sua cotação online. Encontre os melhores preços e pague em até 12 vezes no cartão de crédito. E os leitores do blog ganham 5% de desconto usando o código TURISTANASNUVENS

 

6. Admirar as flores do Mercado de flores

Flores, um símbolo da cultura holandesa. Na primavera o país fica todo florido e a magia do colorido das flores contagia. Mas em qualquer época do ano, seja no inverno, um passeio bem bacana e gratuito é conferir o mercado de flores flutuante de Amsterdam, conhecido como Bloemenmarkt.

O Mercado das Flores virou uma atração turística e funciona deste 1860. Localizado no centro da cidade, o local é composto de 15 lojinhas flutuantes que ficam em uma espécie de calçada às margens do Canal Singel. No mercado você vai encontrar bulbos de flores, souvenirs dos mais variados, a maioria, com flores como símbolo, além de coisas de jardinagem como enfeites, etc.  E coladinho com o mercado fica uma antiga torre, a Munttoren.

Endereço: Singel, 1012 DH
Horário de funcionamento: de sexta a sábado das 9h às 17h30 – domingo das 11h às 17h30

Passeios gratuitos em Amsterdam - mercado flutuante de flores

7. Visitar os jardins do museu Rijksmuseum

O Rijksmuseum é um dos museus mais famosos de Amsterdam e para mim é um dos locais mais bonitos da cidade. Para conhecer o interior do museu, a atração é paga, mas o que poucos sabem é que o local reserva um belo jardim cuja a entrada é de livre acesso para todos. Passeio delicinha para os dias de verão.

Nos jardins do Rijksmuseum você vai encontrar uma bela fonte, esculturas, portões históricos, cadeiras para relaxar e até mesmo um café. Ressaltando que o museu é cercado por 4 jardins, cada um em um dos lados do edifício.

Bônus: admirar e fotografar a bela arquitetura do museu já vale a pena o passeio. Rende belíssimas fotos e a dica é cruzar o túnel que corta o museu de um lado para o outro. Sempre tem um grupo de músicos tocando e alegrando quem passa por lá.

Endereço: Museumstraat 1 (na praça dos museus)
Horário de funcionamento: diariamente das 9h às 18h

Passeios gratuitos em Amsterdam - jardins do Rijksmuseum
A criançada vai adorar entrar neste chafariz

8. Ver a casa e conhecer o bairro onde Anne Frank passou sua infância

O Museu e Casa de Anne Frank é sem dúvida uma das atrações mais disputadas e famosas em Amsterdam. Foi lá onde Anne e sua família judia viveram escondidos dos nazistas durante a Segunda Guerra Mundial. Fica em uma parte turística da cidade e o local ficava atrás da empresa de Otto Frank (pai). Mas o que muitos não sabem é que Anne não passou sua infância neste local. Ela morou em um bairro judeu que fica na parte sul da cidade. Em resumo, o museu foi o esconderijo, e não a verdadeira casa como alguns associam pelo nome.

Anne e sua família moravam no bairro Rivierenbuurt. Eu só fui conhecer o bairro depois que conheci meu namorado que mora lá há muito tempo e é holandês.

A verdadeira casa de Anne é simples e não é aberta ao público, mas vale a pena ver de pertinho. E bem na frente fica uma pracinha, a Merwedeplein, onde tem uma estátua de Anne em sua homenagem. É uma opção de passeio onde poderá vivenciar como os locais vivem já que é um bairro mais local e não tão conhecido pelos turistas.

Dica: bem na calçada que fica a verdadeira casa de Anne Frank tem as placas douradas onde consta os nomes dos membros da família que viveram no local, assim como a data que foram levados para os campos de concentração. Em várias casas do bairro você encontrará essas placas em homenagem aos judeus que foram mortos durante a Segunda Guerra Mundial.

Endereço: 37 Merwedeplein (a casa é de número 37 e fica no segundo andar do prédio)

passeios gratuitos em Amsterdam
Estátua de Anne Frank no bairro Rivierenbuurt

9. Explorar os parques de Amsterdam

Quem ler os guias de viagens vão se deparar com o nome “Vondelpark” entre uma das maiores atrações de Amsterdam. É de fato o parque mais famoso e popular na cidade e certamente merece uma visita seja em um dia de verão ou até mesmo no inverno. É enorme e fica perto do centro. Além disso, é lindo em qualquer estação do ano. Perfeito para um piquenique em dias de sol. Quer mais diversão? Vai custar dinheiro, mas vale muito a pena alugar uma bike.

Que o Voldenpark é famoso a gente já sabe, mas por um outro lado é muito cheio. Considere conhecer outros parques menos conhecidos e tumultuados. Eu adoro o Westerpark. E um pouco mais afastado do centro fica o meu queridinho, o Amstelpark, que conta com parquinhos, uma mini fazendinha e até um pequeno labirinto. E bem perto da fazendinha do parque tem um moinho para quem quiser um registro fotográfico com um dos símbolos da cultura holandesa.

Ainda mais afastado ainda, fica o maior parque de Amsterdam, o Amsterdamse Boos. Como é enorme, é bem diversificado quando o assunto é atividades ao ar livre como trilhas e até passeios de caiaque.

Passeios gratuitos em Amsterdam - Voldenpark
Voldenpark

10. Conhecer um jardim escondido – o Begijnhof

Quem diria que entre o mucuvuco de turistas que circulam o centro de Amsterdam, tem um lugar em especial que ao contrário das ruas agitadas, transmite uma paz tão relaxante. Estou me referindo a um jardim escondido que fica no coração da cidade e que tem como entrada principal uma pequena porta que passa despercebida, bem discreta.

O jardim secreto como ficou conhecido, chama-se Beginhof (Jardim das Beguinas) e é um dos locais históricos em Amsterdam mais tranquilos. Construído lá em meados de 1300, o lugar é composto de vários edifícios que no passado foi feito para abrigar as mulheres religiosas que pertenciam a uma irmandade. Além de uma igreja que até os dias de hoje está em funcionamento, a Engelse Kerk.

As “beguinas” (mulheres solteiras e viúvas) que viviam no Beginhof eram formadas por mulheres que tinham em comum a escolha de servir a Deus, cuidar dos doentes e mais pobres e, educar. Sem a necessidade de fazer votos religiosos. Hoje as beguinas já não moram mais lá, mas o local ainda abriga só mulheres solteiras.

Algo interessante, é que todas essas casinhas de arquitetura típica holandesa ficam em volta de um lindo jardim bem cuidado. É um passeio para você se desconectar. E tem mais, é lá onde fica a casa mais antiga de Amsterdam, que ainda tem fachada de madeira e é conhecida como Houten Huis (número 34). Aliás, só restam duas na cidade, pois foi proibido ter casas de madeira por conta do risco de incêndios desde 1521.

Endereço: Begijnhof 30
Horário de funcionamento: das 9 às 17h

Passreios gratuitos em Amstem - jardim secreto

11. Conhecer o interior da estação de trem de Amsterdam – Estação Central

A principal e maior estação de trem de Amsterdam serve como porta de entrada para desbravar a cidade dos canais. É por ela ondem chegam os trens que vem do aeroporto ou de outras cidades holandesas. O interior, assim como sua fachada linda e fotogênica merecem uma visita.

Estação Central de Amsterdam - Holanda
Estação Central de Amsterdam

12. Visitar a maior feira à céu aberto de Amsterdam – a Albert Cuyp

Curte feiras de rua? Não precisa ir com a intenção de gastar, mas algo que curto muito quando viajo é garimpar sem gastar nada e ver produtos locais. Em Amsterdam o passeio ideal para ver de pertinho como um stroopwaffel é feito e comê-lo quentinho é uma visita a maior feira à céu aberto de Amsterdam, a Albert Cuyp, que fica no bairro De Pijp.

A feira conta com mais de 250 barraquinhas e fica na rua de mesmo nome. E o interessante que é bem frequentada pelos locais. Dito isso, uma ótima oportunidade de vivenciar a cultura local. Ao caminhar pela feira você vai encontrar barracas das mais variadas como de queijos, comidinhas típicas holandesas, souvenirs, roupas, flores, e muito mais.

Atrações gratuitas em Amsterdam - Feira Albert Cuyp
A maior feira de rua a céu aberto de Amsterdam

13. Fotografar as casas de 7 países diferentes na mesma rua

Pertinho do Voldenpark e praça Leidseplein fica uma rua muito charmosa que tem como diferencial 7 casinhas que ficam lado a lado e que representam o estilo arquitetônico de 7 países europeus. As casas foram projetadas pelo arquiteto Tjeerd Kuipers em 1894.

Zevenlandenhuizen é como é conhecida essas 7 casas. Ao todo, cada casinha representa um país como a: Alemanha, França, Espanha, Itália, Rússia, Holanda (Países Baixos) e Inglaterra.

Passeios gratuitos em Amsterdam

Certamente é um passeio diferente para quem curte arquitetura. Na frente de cada casinha fica o nome do país que a representa.

Endereço: Roemer Visscherstraat 32II

14. Caminhar pelas ruas charmosas das “9 straatjes”

As 9 straatjes é uma região em Amsterdam que é composta por 9 ruazinhas estreitas. É uma área muito charmosa que é cortada pelos principais canais da cidade e onde se encontram várias lojinhas descoladas. Caminhar e admirar as lojas e cafés não custa nada.

9 Straatjes - as nove ruazinhas mais charmosas de Amsterdam
9 Straatjes

15. Assistir a um concerto de música

Se estiver em Amsterdam em uma quarta-feira e é um viajante que curte música clássica, uma dica de ouro que encontrei no blog Ducs Amsterdam é ver de pertinho um ensaio gratuito no lindíssimo Concertgebouw.

Eles dão concertos gratuitos todas as quartas-feiras (Free Classical Lunch Concert). Para fazer a visita, não tem como comer barriga, tem que ser rápido já que os ingressos acabam num piscar de olhos. Os concertos são oferecidos das 12:30 às 13:00. Para pegar o ingresso tem que ir no mesmo dia retirar na bilheteria do lugar. No geral, os ingressos são liberados antes do concerto começar. Então, fique de olho no site e programa-se para chegar no horário indicado para retirar os bilhetes.

Importante: os concertos gratuitos só estão disponíveis entre os meses de setembro-junho.
passeios gratuitos em Amsterdam

16. Eye Film Museum

Outra atração gratuita que fica do outro lado Rio IJ e que chama a atenção de longe com sua arquitetura moderna é o Eye Film Museum, Museu de Cinema. Para ver algum filme, é preciso pagar, mas o bacana deste lugar é que tem um pequeno museu que expõe a história do cinema. A boa notícia, é gratuito.

Além do pequeno museu, o local também oferece um restaurante e café bem aconchegante. Para os dias de sol, tem um terraço bem legal de onde é possível admirar o Rio IJ e o vai e vem das balsas e barcos que passam por ele a cada minuto. Eu já tive um jantar romântico lá e gostei muito do atendimento e comida.

E para chegar é muito fácil, basta pegar a balsa com destino a Buiksloterweg. A travessia é rapidex, em menos de 5 minutos estará do outro lado, não tem erro. Assim como Amsterdam-Noord, a balsa é gratuita. Ah, e ao lado fica outra atração em Amsterdam, o A´dam Lookout.

Endereço: IJpromenade 1
Horário de funcionamento:  confira os horários nessa página

Passeios gratuitos em Amsterdam - Eye Film Museum
À esquerda o Eye Film Museum e ao lado o A´dam Lookout

17. Experimentar queijos de graça

Holanda te lembra moinhos, tulipas e? Adivinhou quem pensou em deliciosos queijos. E para quem quiser experimentar essa delícia, tem várias lojinhas em Amsterdam que disponibilizam queijos para degustação como a Cheese and More, Amsterdam Cheese Company, Old Amsterdam, etc. E claro, a degustação é moderada, é um queijinho de cada sabor só para dizer que experimentou sem gastar nada hehe. Para quem quiser comprar algo, os queijos são embalados em formato pequeno, fácil de levar na mala.

E ainda tem um museu de queijo, a Cheese Museum, que também é uma loja de queijos e para a alegria do turista, oferece queijinhos de graça para degustação.

18. Visitar um templo budista

Bem na região “De Wallen”, onde também fica o Distrito da Luz Vermelha encontra-se a Chinatown de Amsterdam. Mas ao contrário das que já tive a oportunidade de visitar como em San Francisco, Nova Iorque e Londres, a de lá não é tão impressionante e é bem pequena. Mas vale a visita, em especial ao Templo Budista, o Fo Guang Shan He Hua.

Endereço: Zeedijk 106-118
Horário de funcionamento: de terça a sábado das 12h às 17h – domingo das 10h às 17h

Passeios gratuitos em Amsterdam - templo budista

19. Entrar em um barco que abriga gatos de rua

Para os gateiros de plantão, eu me incluo nessa lista, em Amsterdam tem um gatil flutuante pra lá de diferente. Como a cidade é famosa por seus canais e casas barcos, imagina só onde tem um abrigo de gatos? Em um barco.

Poezenboot é o nome do lugar (em holandês), que se refere a “Barcos dos Gatos”. A ideia genial surgiu da generosidade e amor a estes felinos fofos. O abrigo existe deste 1968 e foi aberto depois que Henriette van Weelde decidiu adquirir um antigo barco para abrigar os gatos abandonados que ela já havia resgatado.

Nos dias de hoje, o barco abriga mais de 50 gatinhos e funciona com o apoio de voluntários. Fica aberto ao público e tem acesso gratuito. Claro, os felinos vão ficar gratos com as doações.

20. Apreciar a luzes da Magere Brug durante à noite

Magere Brug (Ponte Estreita) é uma ponte que fica sobre o Rio Amstel, também conhecida como ponte magrela.

A linda ponte atrai os olhares quando ao anoitecer fica toda iluminada. Durante o dia também merece ser contemplada. É daqueles passeios para incluir em qualquer ensaio fotográfico em Amsterdam.

E tem mais, acho interessante ver a ponte se abrindo para as embarcações maiores passarem. E claro, ver o Rio Amstel também já uma atração imperdível. Aliás, essa ponte de madeira não é a original, apenas uma réplica, mas nem por isso deixa de ser linda.

A lista de coisas para fazer de graça ultrapassam de 20, aqui citei apenas os que já conheço. Amsterdam é uma cidade muito diversificada e o que não vai faltar na sua viagem é passeios para fazer.

E você, já conhece ou tem vontade de visitar Amsterdam?

Abraços

Para salvar no seu Pinterest ⇓


***Confira outros posts da Holanda***

Dicas de Amsterdam:
Dicas de bate e volta a partir de Amsterdam:

 

Leia também

Deixe um Comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar utilizando o site, suponho que está tudo bem para você, Beleza, por mim tudo bem.