Keukenhof: como visitar o maior e mais belo jardim de flores do mundo (Holanda)

Keukenhof, o famoso e mais belo parque das flores do mundo é parada obrigatória para quem estiver visitando a Holanda durante a primavera, pois é nessa época do ano que a maior atração do país abre suas portas, oficializando o fim do inverno e celebrando o início da temporada mais colorida e alegre da Europa.

Confira neste guia prático dicas essenciais para visitar o parque Keukenhof: como chegar, o que fazer, como ver os campos de tulipas, como comprar os ingressos, quando visitar o parque e muito mais.  

O parque Keukenhof

Criado em 1949 através de uma iniciativa do prefeito de Lisse, na época o Keukenhof surgiu como uma maneira dos produtores locais exporem suas tulipas ao público. A ideia foi tão genial que o jardim atraiu tantos visitantes que o resultado é o que vemos hoje, o maior parque de tulipas do mundo, também conhecido como o “Jardim da Europa”.

O Keukenhof conta com mais de 32 hectares de flores, das quais são plantadas nos mínimos detalhes todos os anos. Cada pedacinho de terra passa por um processo minucioso que envolve planejamento, paisagismo e como tudo no país, muita organização para deixar o parque lindo e fotogênico como vemos nas fotos.

As tulipas são a grande atração do Keukenhof e é um dos símbolos da Holanda. Mas elas não são as únicas, ao todo são mais de 800 variedades de flores que encontrará no parque como rosas, cravos, cerejeiras, jacintos lindos, bromélias e até orquídeas. Tudo isso em um único lugar e perto de Amsterdam, passeio ideal para um bate e volta.  

Curiosidade: apesar de serem associadas como o principal símbolo da Holanda, as tulipas são originárias da Turquia. E o nome “tulipas” foi inspirado na palavra “tulipan”, que significa turbante e faz referência ao formato da flor.

flores no Keukenhof, o maior parque de tulipas do mundo - Holanda

Keukenhof 2019

O Keukenhof só fica aberto na primavera durante 8 semanas no ano. Por isso, se quiser ver as lindas tulipas, a dica é programa-se para visitar a Holanda entre março até metade de maio. Se deixar para ir fora da temporada, é bom ressaltar que não encontrará mais nada, depois da primavera o parque fecha suas portas e só reabrirá no ano seguinte.

Importante: cada ano o parque abre suas portas em datas diferentes, em 2020 o Keukenhof funcionará de 21 de março a 10 de maio.

Como tradição, cada ano o Keukenhof tem um tema diferente que serve de base para planejar os mosaicos de flores e decoração. Em 2018 quando o visitei a decoração temática foi romance, combinação perfeita não é? Em 2019 o tema escolhido é o Flower Power (o Poder das Flores), relembrando os anos 60.

O que ver e fazer no Keukenhof

A dica para se orientar e não perder nenhuma atração dentro do parque é pegar um mapinha logo na entrada (são gratuitos). Além dos vários jardins que estão espalhados por todo o parque, o mapa vai ser útil para você ter uma base de onde ficam os pavilhões de flores, dentre outras atrações. Baixe o mapa do Keukenhof aqui.

O Keukenhof é rodeado por uma área verde incrível e tem uma infraestrutura para ninguém colocar defeito. Dentro do parque você vai encontrar restaurantes, food trucks, lanchonetes, lojas temáticas de souvenirs, pontes em estilo holandês, praças charmosas, chafarizes, lagos e canais. Entre as principais atrações destacam-se:

Keukenhof - o maior parque de flores do mundo

Além das tulipas, muitas flores de várias espécies

Como mencionado, além da grande variedade de tulipas coloridas de várias espécies e formatos, o parque abriga outros tipos de flores para deixar o local ainda mais mágico.

Visitar os pavilhões de plantas

E se o dia estiver chuvoso (algo bem típico na Holanda), além dos jardins, o parque também abriga 5 pavilhões de exibições de flores que são produzidas em estufas. O interessante é que 4 destes pavilhões são nomeados com os nomes dos membros da Família Real Holandesa como:

  • Pavilhão Beatrix: para os amantes de orquídeas, este aqui é todo dedicado a elas.
  • Pavilhão Juliana: especialmente elaborado para contar a história das tulipas.
  • Pavilhão Willem-Alexander: ideal para ver tulipas de várias espécies em um único lugar.
  • Pavilhão Oranje Nassau: exibe arranjos de flores baseados no tema do ano.

Moinho de vento

Uma vez na Holanda a bola da vez é ter uma foto com um dos símbolos mais marcantes do país, os famosos moinhos de vento, e segura essa, além dos sapatos de madeira e queijos, também tem um moinho no Keukenhof. Ou seja, é possível ter o gostinho de experimentar tudo o que a Holanda tem de melhor em um só lugar.

Leia também: O que fazer em Zaanse Schans: o vilarejo dos moinhos na Holanda

Moinho de vento no Keukenhof

O moinho do Keukenhof tem quase 200 anos e a dica para ter uma foto panorâmica dos arredores do parque e dos campos de tulipas é subir na engenhoca. No entanto, é uma das atrações mais disputadas e já adianto, a escadinha é bem íngreme. Dependendo do horário, é possível ter que enfrentar filas longas de espera para subir no moinho.

Vista de cima do moinho de vento. Como fui no fim da temporada, olha como estava a situação, boa parte das flores já tinham sido colhidas. Essa área era para estar toda florida se estivesse ido antes

Jardins Temáticos

Para quem curte jardinagem, vai pirar com essa área que é feita para inspirá-los a criar um lindo jardim na sua casa. Essa parte chama-se Inspirational Gardens, que tem jardins temáticos de vários estilos.

Keukenhof, o maior parque de flores do mundo
Quero um jardim neste estilo na minha futura casa

Fazer piquenique

Algo bacana para economizar dinheiro é levar seus próprios lanchinhos. A boa notícia é que isso é permitido dentro do parque.

Fazer piquenique é uma boa pedida e além de economizar, é uma experiência agradável para ter em um lugar rodeado por um paisagem exuberante seja na beira do lago ou nas áreas de piqueniques.

Além dessas atrações, o parque também abriga uma área toda dedicada a criançada. Eu não cheguei a conhecê-la, mas para quem viaja com os pequenos, com certeza é um espaço especial que conta com um labirinto, fazendinha e a grande atração, a Casa da Miffy (a coelhinha holandesa mais famosa do país que foi criada pelo holandês Dick Bruna).

Quanto tempo é necessário para visitar o Keukenhof?

Tudo vai depender de quanto gosta de flores e do tempo disponível no seu roteiro. De um modo geral, acho que é possível passar o dia todo no parque, afinal, são tantas atrações e flores que o tempo voa. Eu passei 3 horas no parque e só não fiquei mais que isso porque no mesmo dia, no final da tarde fui andar de bicicleta para ver os campos de flores que ficam nos arredores.

Quando visitar o Keukenhof?

O parque é projetado para ter flores em toda a temporada, no entanto, isso não quer dizer que ele estará todo florido durante o tempo todo. Como não é possível prever o que a mãe natureza reserva cada ano, o que acontece é que as flores desabrocham de acordo com o clima, ou seja, se o inverno na Holanda for muito rigoroso ou caso não faça sol, são exemplos de fatores que contribuem para o atraso da floração.

Em 2018, quem visitou o parque logo nas primeiras semanas acabou não vendo os campos de tulipas e os jardins não estavam totalmente floridos já que ainda estava muito frio em plena primavera.

Eu tive a sorte de ir na penúltima semana da temporada (início de maio) e os jardins do parque estavam maravilhosos, todos floridos. No entanto, não consegui ver todos os campos de flores no seu auge, muitos fazendeiros já estavam fazendo a colheita das flores e algumas delas já tinham morrido. Pensando nessa questão, é bom ter uma ideia do que encontrar na data que pretende ir para não ficar decepcionado depois. Confira como fica o parque:

  • Primeiras semanas da temporada (final de março e início de abril): é possível ver flores, várias, mas não é a melhor época para ver os campos de tulipas já que essas flores são as que mais demoram para se desabrochar. Muitas flores do jardim ainda estarão se desabrochando, ou seja, o parque não estará todo florido como vemos nas fotos. E caso o inverno tenha sido muito rigoroso, as primeiras semanas são as que mais sofrem com o atraso da floração.
  • Segunda quinzena de abril: essa é a melhor época para ver os campos de tulipas e o parque em plena floração. É a partir da metade de abril que a maioria das tulipas florescem. Como é a temporada mais colorida, em contrapartida, é a época onde o parque estará mais cheio.
  • Primeira quinzena de maio: como o tempo já estará mais quente e já se aproxima do verão, o parque fica ainda mais florido já que ainda tem tulipa desabrochando. No entanto, outras espécies de flores, aquelas que já estavam floridas deste o início da abertura já começam a morrer. Foi nessa temporada que fui, já no final, e digo que o parque estava maravilhoso. Só vale salientar que a partir de maio os fazendeiros começam a fazer as colheitas das tulipas nos campos, ou seja, acabei pegando o parque maravilhoso, mas os campos estavam parcialmente floridos.

Importante: mesmo com essas dicas, o tempo é muito imprevisível para falar com exatidão de qual a melhor época para encontrar o parque todo florido. Em resumo, a minha dica é programe-se para ir entre final de abril e início de maio

Dicas úteis para evitar os dias com muita gente no parque:

  • Se puder, evite ir nos finais de semana e feriados como Sexta-Feira Santa, Páscoa, Parada das Flores e Dia do Rei. Estes são os dias mais movimentados do parque.
  • Para evitar a multidão de gente, o melhor horário é mais para o final da tarde, depois das 3 horas ou chegar bem cedo, assim que o parque abrir.
Keukenhof - Holanda

Como chegar no Keukenhof?

O parque Keukenhof fica localizado na pequena cidade de Lisse, que fica em torno de uns 40 quilômetros de Amsterdam. Como não fica muito perto, se não estiver de carro, é preciso ter que pegar mais de 1 meio de transporte para chegar no parque como:

Keukenhof Express:

  • O ônibus da linha Conexxion (o número 858, também conhecido como Keukenhof Express) que sai do aeroporto de Amsterdam (o Schiphol) é a maneira mais prática e fácil de chegar até o Keukenhof. O ônibus vai direito ao parque, sem fazer parada.
  • Para pegar o Keukenhof Express, o embarque fica logo na saída do portão de chegadas 4 do Schiphol (Arrivals 4). Como referência, procure pelo Starbucks, ele fica na lateral da entrada. E também tem sinalizações indicando o caminho para se orientar.
  • Se estiver em Amsterdam, para chegar no aeroporto a melhor opção é pegar um trem na Estação Central (Centraal Station) com destino a Schiphol. E não se preocupe, tem trens em vários horários do dia. Para planejar sua viagem você pode verificar os horários e valores dos trens e ônibus usando o aplicativo 9292 no celular, ou entrar no site da NS.
  • Outra opção é pegar o ônibus 197 (da empresa Connexion) que partem do Rijksmuseum, Leidseplein ou Museumplein (são as praças mais famosas de Amsterdam) até o aeroporto e de lá pegar o Keukenhof Express até o parque.
  • Para comprar as passagens de ônibus é necessário ir até o quiosque do Keukenhof Express que fica dentro do aeroporto (perto do ponto de embarque).
  • Do aeroporto Schiphol, o percurso leva em torno de 30 minutos e os ônibus saem a cada 15 minutos. Se for sair de Amsterdam, o trajeto total vai levar uns 45 minutos (trem + ônibus).
  • Chegando no Keukenhof, o ônibus te deixa bem na porta do parque.
  • Além de Amsterdam, o Keukenhof Express também parte da Estação Central de Haarlem e Leiden.

E se quiser mais comodidade, tem o combo ônibus fretado saindo de Amsterdam + ingresso sem filas para o Keukenhof.      

Transporte público

Dependendo de onde estiver na Holanda, também é possível chegar usando ônibus de transporte comum que parte de Leiden ou Lisse por exemplo, além de outros destinos. No entanto, a desvantagem é que os ônibus não vão direto para o parque, portanto, como são de linhas, tem paradas ao longo do caminho. Outro ponto negativo é que eles não param na entrada do parque, então é necessário caminhar em torno de uns 15 minutos.

De carro:

  • Ir de carro é a maneira mais rápida e confortável.
  •  Para quem quiser ver os campos de tulipas/flores depois de visitar o Keukenhof, uma boa opção é alugar um carro e depois seguir a rota usando o auxílio do GPS ou Waze.
  • Chegando no parque tem um estacionamento gigante. O valor para deixar o carro estacionado é de 6 euros. Vale salientar que como é grande, dependendo do horário de chegada, é possível encontra-lo lotado.

De excursão:

Para aqueles que não estão dispostos a se preocupar com o planejamento de ir e vem de transporte público até o parque, tem excursões oferecidas por várias empresas que incluem a visita ao parque com outros passeios como:

Entrada principal do Keukenhof - Holanda
Entrada principal do Keukenhof

Como comprar os ingressos para o Keukenhof?

Os ingressos podem ser adquiridos no dia, na bilheteria do parque ou online pelo site oficial do Keukenhof. O lado negativo de deixar para comprar os bilhetes de entrada no dia é que dependendo do horário, talvez enfrente filas enormes.

Ao comprar os ingressos, eles não têm data marcada, ou seja, ao chegar em Amsterdam escolha o melhor dia. A dica para quem tem mais tempo disponível na viagem é escolher um dia onde as probabilidades de céu aberto são mais altas. Se o dia for de sol, aproveite a pedida.

E para evitar filas, é possível comprar o ingresso antecipadamente por um dos parceiros do blog.

Evite filas, compre seu ingresso para o Keukenhof aqui

Keukenhof, maior parque de flores do mundo (Holanda)
Lago do Keukenhof

Arredores do Keukenhof – como visitar os campos de flores?

Este aqui está entre um dos passeios e lugares mais lindos que vi na Holanda, os famosos campos de tulipas. Para ver os campos de flores que ficam nos arredores do Keukenhof, a maneira mais holandesa é alugar uma bicicleta. E vale ressaltar que os campos não são só de tulipas, assim como no parque, são de várias espécies de flores.

Para visitar os campos de flores, os principais meios são:

Bicicleta

Como estava morando na Holanda e pedalar fazia parte da rotinha, claro que fiz questão de ir de bicicleta até o Keukenhof.

Depois de conhecer o parque, fui com minhas amigas explorar os campos de tulipas que ficam mais perto dos arredores do Keukenhof. Essa é uma experiência para guardar na memória, pedalar em um dia de sol na Holanda é prazeroso e uma forma diferente de explorar o país da maneira mais tradicional.

Se estiver com disposição, é possível alugar bicicletas no parque, logo na entrada principal do estacionamento procure pela Rent-a-Bike Van Dam, empresa de aluguel de bikes. E ao retirar a bike você vai receber um mapa em português com as diferentes rotas (são 4 no total). As rotas vão de 5 a 25 quilômetros. Eu optei em fazer a mais curta já que era fim de tarde.

Ao alugar a bike, peça para o atendente anotar (circular) no mapa as áreas onde as flores estão mais bonitas, pois tem locais onde elas ainda estão se desabrochando ou no caso que aconteceu comigo, muitas espécies de flores já tinham morrido, pois fui no final da temporada. Por isso a dica é ir na última semana de abril, pois as chances de pegar todos os campos floridos são maiores.

O aluguel de bike custa 10 euros por dia.

Passeio de barco

Tem o passeio de barco, que custa 8 euros e dura 45 minutos. É uma opção bacana para conhecer os campos de flores que ficam nos arredores do Keukenhof, mas a desvantagem é que como o passeio é feito dentro do barco, não vai ser possível caminhar pelos campos.

É possível comprar o passeio de barco na hora, dentro do parque. Os barcos saem ao lado do moinho de vento.

Keukenhof, maior parque de flores do mundo (Holanda)
Campos de flores visto de dentro do Keukenhof

Outras atrações na primavera na Holanda que vale a pena conferir

A Holanda entra em festa durante a primavera, além do Keukenhof, outros eventos imperdíveis que acontecem em abril:

Dia do Rei

É a maior festa da Holanda, os holandeses saem nas ruas vestidos de laranja para comemorar o Dia do Rei, o aniversário do monarca. Este é o feriado mais importante do país e todos festejam em alto estilo. Amsterdam por exemplo fica uma loucura no dia 27 de abril. Os canais da cidade se transformam com os barcos que tomam conta de todo o espaço.

Participei da comemoração em 2018 e indico demais, é uma experiência única para quem curte muvuca. Saiba mais sobre como é o Dia do Rei em Amsterdam.

Leia também: Como é celebrado o Dia do Rei em Amsterdam: a maior festa da Holanda

Parada das Flores

A Parada das Flores (Flower Parade) é um dos eventos mais famosos que ocorre no Keukenhof. É como se fosse um desfile de carnaval, mas na Holanda, os carros alegóricos são decorados adivinha do que? Flores.

O desfile inicia-se na cidade de Noordwijk e passa por várias cidades. Por volta das 15:00 ele passa na saída principal do Keukenhof e o bacana é que quem visita o parque pode sair para assistir o desfile. Só vale ressaltar que como é bem famoso, essa é uma das datas mais movimentadas no parque.

Confira opções de hotéis em Amsterdam para se hospedar

Keukenhof, maior parque de flores do mundo (Holanda)
Foto clichê com os famoso tamancos de madeira

Já contratou seu seguro viagem?

O seguro viagem é obrigatório nos países da Europa que fazem parte do Tratado Schengen, incluindo a Holanda. Para contratar o melhor seguro, eu uso e recomendo a Seguros Promo, site que compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo. Clique aqui e faça sua cotação online. Encontre os melhores preços e pague em até 12 vezes no cartão de crédito. E os leitores do blog ganham 5% de desconto usando o código TURISTANASNUVENS

Informações úteis

  • A bilheteria do Keukenhof fica aberta todos os dias da temporada das 8:00 às 18:00. É possível ficar dentro do parque até as 19:30, horário que fecha as portas.
  • Pode entrar com bolsas e mochilas. E caso precise, tem guarda-volumes gratuitos logo na entrada do parque.
  • Como chove pra caramba na Holanda, mesmo que o dia seja de sol, a dica é levar uma capa de chuva ou guarda-chuva. Sério, morei no país durante um ano e digo que do nada começa a chover. E se possível, leve um casaquinho também, pois mesmo na primavera ainda é um pouco frio no final do dia e de manhãzinha.
  • Tem wifi dentro do parque.
  • Como o parque é enorme, a dica é usar um calçado confortável.
  • Lembre-se de pegar um mapa do parque para se orientar, é gratuito.

O keukenhof faz ou não jus de ser uma atração imperdível na Holanda? Qualquer dúvida deixe um comentário no final do post 🙂

Abraços
Josiane Bravo


***Confira outros posts da Holanda***



***Receba mais dicas de viagens***

12 Replies to “Keukenhof: como visitar o maior e mais belo jardim de flores do mundo (Holanda)”

  1. Ruthia Portelinha says: Responder

    Não fazia ideia que as tulipas são originárias da Turquia. O Keukenhof está na minha lista há muito tempo e o seu post só conseguiu aumentar a vontade de conhecer. Já não será em 2019, infelizmente

    1. Oi Ruthia, muito obrigada 🙂

  2. Suas fotos estão incríveis. Adoraria conhecer de perto esse parque e conferir de perto todas essas cores de flores. tenho vontade de ver de perto esses moinhos também, sempre só vi por fotos e acho demais.
    Boas dicas.

    1. Oi Diego, muito obrigada 🙂

  3. Sempre quis visitar Keukenhof, agora vendo essas fotos, fiquei com mais vontade.
    Obrigada pelo texto detalhado

    1. Oi Stephanie, eu que agradeço. Abraços 🙂

  4. Tive o prazer de conhecer esse lugar no ano passado, um sonho realizado! Aliás, por mim eu voltaria todos os anos haha com certeza seria uma surpresa a cada nova visita. As suas fotos me deixaram com muita saudades, infelizmente quando eu fui não estava tão cheio assim, e olha que fui na segunda quinzena de abril =x mas na natureza não se manda e ele não decepcionou de nenhuma maneira. rsrsrs

    1. Oi Mayte, muito obrigada 🙂 Ah, nem me fale dessa vontade de voltar todos os anos hehe. Fui ano passado e este ano fiquei aqui só na vontade de estar lá vendo este show de cores novamente.

      Abraços

  5. A Holanda é um país que eu amei conhecer! Mas ainda não tive a oportunidade de ir no Keukenhof. Eu fico babando nas fotos que vejo. Uma mais linda que a outra. Adorei as dicas e espero que possa conhecer esse parque em breve!

    1. Muito obrigada Mariana 🙂

  6. Que imagem mais linda que a outra. Agora fiquei de queixo caído com a informação de que as tulipas são originadas da Turquia!!! Impossível não associar as tulipas a Holanda, se fosse um daqueles programas valendo dinheiro eu ia perder feito kkk

    Quando eu for vou querer vê-lo assim, lindo, florido e colorido, obrigada pelas dicas.

    1. Oi Aline tudo bom 🙂 Muito obrigada. Hehe, essa associação é inevitável né. Tulipas e Holanda já virou marca registrada do país.

      Abraços

Deixe uma resposta