10 passeios incríveis para fazer em Copenhague na Dinamarca

Já sabe o que fazer em Copenhague? A capital e maior cidade de um dos países nórdicos da Europa, a Dinamarca, é um charme e apesar de pequena é recheada de atrações para todos os estilos.

Charmosa e rodeada por canais e prédios bem coloridos, assim como Amsterdam, Copenhague também é conhecida como a cidade das bicicletas, um dos meios de transporte mais usados pelos locais.

Confira aqui 10 atrações incríveis para conhecer em Copenhague

Para facilitar, deixo este mapinha ⇓ com os locais citados no post 🙂

1. Visitar a estátua da Pequena Sereia e o Kastellet

A Pequena Sereia ou “Little Mermaid” em inglês é uma das estátuas mais famosas de Copenhague. Trata-se de uma escultura de bronze de uma sereia sentada em uma pedra à beira da água, que foi inspirada em um conto do escritor dinamarquês Hans Christian Andersen.

Como o próprio nome diz, a estátua é bem pequeninha mesmo, nas fotos ela até parece grandinha, mas aí o visitante chega no local e tem a grande surpresa hehe. Por isso é um passeio que pode deixar o turista chateado ao ver que o que parece grande nas fotos, na verdade é uma atração mega pequena e rodeada de turistas. Bom, minha opinião, eu achei ela uma gracinha e mesmo com e céu todo cinzento a vista do lugar é linda, vale a pena uma visita.

Já o Kastellet (cidadela) é uma fortificação super bem preservada construída em forma de estrelinha em 1664. Hoje o local funciona como uma espécie de parque onde as pessoas aproveitam para fazer caminhadas entre outras atividades ao ar livre. Além da estátua da Pequena Sereia que se encontra lá, o lugar também abriga uma igreja bem charmosa no estilo barroco (Igreja de Saint Albans), prédios militares e até um moinho.

Igreja de Saint Albans

2. Caminhar pelo Nyhavn

O Nyhavn é um dos cartões postais de Copenhague e para mim é a atração mais colorida, fotografada e fofa da cidade. Trata-se do porto mais charmoso que já vi onde localiza-se vários predinhos com fachadas bem coloridas que hoje abriga restaurantes, bares e lojas.

E é através do porto Nyhavn onde saem os passeios de barcos, uma ótima forma do turista ter uma experiência diferenciada e ver os principais pontos turísticos de Copenhague visto de um outro ângulo.

3. Se divertir nos Jardins de Tivoli

Situado bem no coração de Copenhagen encontra-se o Tivoli Gardens, que trata-se do segundo parque de diversões mais antigo do mundo, construído em 1843. Essa é uma das atrações imperdíveis para quem viaja com crianças e diversão para a família toda já que o parque abriga brinquedos tanto para adultos e para os pequenos, além dos restaurantes e barraquinhas de comida.

Infelizmente eu só passei na frente do parque para fotografar, mas fiquei morrendo de vontade de voltar para conhecê-lo por dentro, pois me parece mágico, todo iluminado.

Informações úteis: o parque só abre entre a primavera e verão (de abril a setembro). Nos outros meses do ano só abre em datas específicas como no Halloween e Natal.

Horário de funcionamento: de domingo a quinta das 11:00 às 23:00 e de sexta a sábado das 11:00 às 00:00.

Mais detalhes no site oficial: www.tivoligardens.com/

4. Conhecer a cidade livre de Christiania

Se você ama grafite, atrações artistícas e curte ter uma experiência diversificada na sua viagem, não deixe de conhecer Christiania, que trata-se de uma comunidade independente fundada por hippies lá na década de 70.

Também conhecida como a Cidade Livre de Christiania ou Distrito Verde de Copenhague (uma folha de cannabis é usada como símbolo), assim como o próprio nome sugere, Christiania é uma parte da cidade onde os moradores criaram suas próprias leis (regras), sendo até comparado como o Distrito Vermelho de Amsterdam, onde o consumo da maconha é permitido, assim como a venda da famosa erva. Mas vale ressaltar que fora da comunidade, na Dinamarca o consumo de drogas é ilegal.

O que eu achei do passeio: considero uma atração turística super diferente para incluir no seu roteiro, um local onde os moradores vivem um estilo de vida bem alternativo. Mas antes de visitar este bairro hippie da cidade, uma dica, deixe para conhecê-lo durante o dia, pois segundo os locais o Christiania não é um lugar muito seguro para visitar durante à noite. Além disso os turistas não podem tirar fotos dentro da comunidade e não é permitido correr, já que isso pode causar a impressão que tem algum ladrão na área ou algo que cause pânico. Obs: tem lugares onde há plaquinhas onde diz se é permitido fotografar ou não, atente-se na hora de tirar fotos.

5. Assistir a troca de guarda no Palácio de Amalienborg

O Palácio de Amalienborg é o lar doce lar da família real da Dinamarca. O local é composto por quatro prédios idênticos que ficam situados nos arredores de uma praça com uma estátua do rei Frederik V no centro.

Dentre os quatro prédios apenas um deles é aberto para visitação, cujo o local abriga um museu com exposições da monarquia.

E uma dica para quem visita o Palácio de Amalienborg é que diariamente acontece a troca de guarda ao meio-dia na praça. Infelizmente não consegui ir no horário, mas para quem tem tempo disponível acho super válido deixar para visitar o local no horário do almoço e ver os guardas marchando ao som da banda. É uma atração que dura em torno de 15 minutinhos e algo diferente para ver, e detalhe, é de graça.

6. Igreja de Mármore (Frederik’s Church)

E bem no meio da praça do Palácio de Amalienborg você verá uma construção maravilhosa, a cúpula da Igreja de Mármore, que também é conhecida como Frederik´s Church ou Marmorkirken.

A igreja foi construída entre 1749 e 1894 e projetada pelo arquiteto Nicolai Eigtvede. Segundo informações de outras fontes acredita-se que foi inspirada na Basílica de São Pedro no Vaticano. E detalhe, ela tem o maior domo dentre todas as igrejas da Escandinávia, com 31 metros de diâmetro que são sustentados por 12 colunas.

Igreja de mármore vista do Palácio de Amalienborg

Horário: de segunda a quinta e sábado das 10h às 17h. De sexta e domingo das 12h às 17h.

Diquinha: dependendo do horário é possível subir até a cúpula da igreja, de onde o visitante vai ter uma vista privilegiada da cidade. A entrada para o mirante custa 35 coroas dinamarquesas. Veja mais informações aqui.

7. Caminhar pela rua de pedestres Strøget

Mesmo que você não seja lá um fanático por compras, não deixe de conferir a rua de pedestres mais movimentada e famosa de Copenhague. A Strøget é uma rua hiper charmosa que começa bem na praça onde fica localizado a prefeitura da cidade (Copenhagen City Hall – Københavns Rådhus) e vai até a Kongens Nytorv. E curiosidade, é uma das ruas mais antigas da Europa.

E se for na época do natal (quando fui), você vai encontrar a rua toda iluminada durante à noite com uma decoração que deixa o turista de boca aberta de tão fofa.

E o que encontrar na Strøget: lojinhas de souvenir, lojas de roupas de marcas famosas como (Zara, H&M, Gucci, etc), além de cafés e restaurantes para todos os estilos e bolso.

Prefeitura de Copenhague

8. Palácio Chistiansborg

O Palácio de Chistiansborg ou Christianborg Slot em dinamarquês, é um lindo palácio onde encontra-se a sede do Parlamento dinamarquês, do Gabinete do Primeiro Ministro e da Suprema Corte da Dinamarca. E sabe o fato curioso, é que ele é o único edifício no mundo que abriga todos os três poderes de um país (a sede dos poderes executivo, legislativo e judiciário).

E o que encontrar no Palácio de Chistianborg: aposentos reais utilizados pela família real em eventos especiais, estábulos reais, ruínas, museu do Teatro, capela do palácio, torre onde tem um mirante de onde é possível ver Copenhague de vários ângulos vista do alto, além dos salões de recepção.

Eu só passei na frente do palácio para tirar uma foto, não cheguei a conhecê-lo por dentro, mas sabe a boa notícia, a visitação para alguns aposentos do palácio é gratuita. Para mais informações sobre o Palácio Chistiansborg, assim como horários de visitação e muito mais, o blog Viajonários tem um post bem explicativo com todos os detalhes necessários para você programar sua visita.

9. Ver Copenhague do alto no mirante da igreja Vor Frelsers Kirke

Mesmo que você não seja fã de visitar igrejas, essa eu recomendo entrar no seu roteiro. O motivo, a igreja Vor Frelsers Kirke ou Igreja de Nosso Salvador tem uma torre de espiral maravilhosa, de onde o visitante com um pouco de esforço pode encarar alguns degraus (cerca de 400) para chegar até o topo da torre. Este era meu plano, mas o tempo estava horrível quando visitei Copenhague, peguei boa parte do dia com neblina e chuva e por isso a torre estava fechada por motivos de segurança.

Se você se interessou na visita, segundo informações de outros blogs, o mirante da igreja proporciona uma das vistas do alto mais belas de Copenhague. Só vai preparado para enfrentar a escada que é bem íngreme 😉

Horário de funcionamento:  de segunda a sábado das 09:30 às 19:00 (verão) e das 10:00 às 16:00 nas demais estações. De domingo das 10:30 às 19:00 (verão) e das 10:00 às 16:00 nas demais estações. Obs: a torre é fechada nos meses de janeiro e fevereiro, assim como alguns dias restritos em dezembro ou em dias em que as condições do tempo não está muito apropriada para a subida na torre (por questão de segurança)
Entrada para a torre: 35 coroas dinamarquesas

10. Castelo Rosenborg

Essa é uma das atrações que acabou ficando fora do meu roteiro por falta de tempo. O Castelo Rosenborg (ou Rosenborg Slot em dinamarquês) é um lindo castelo que foi construído lá em meados do século 16 para ser o lar doce lar do Rei Christian IV. Porém, o que serviu como residência, depois de vários anos acabou tornando-se local onde abriga as riquezas do rei como antiguidades, joias da família real entre outros objetos de valor, ou seja, um museu aberto ao público.

O castelo fica dentro do parque Kongens Have e detalhe, o visitante pode conhecer a área externa sem custo nenhum, ou seja, pode fotografar e admirar o lindo jardim do castelo de graça.

E se você tiver tempo no seu roteiro, não deixe de caminhar sem rumo pelas ruas charmosas de Copenhague. Confira algumas fotos que tirei mesmo com o tempo nublado e um frio de doer a orelha

Onde se hospedar em Copenhague

Copenhague é uma cidade pequena e a grande maioria das atrações turísticas ficam localizadas no centro e arredores. Dito isso, a dica na hora de escolher onde se hospedar é de ficar próximo do centro ou perto da estação de trem, de onde saem trens e ônibus para vários pontos da cidade. Segue uma lista com algumas sugestões de hostels e hotéis indicados por outros blogueiros e os quais têm ótimas recomendações pelo booking.com, com avaliação superior a 7.5.

Copenhagen Downtown Hostel – este albergue está entre um dos mais econômicos.

Danhostel Copenhagen City – albergue com ótima localização e segundo opinião de outros hóspedes mais se parece com um hotel por conta do seu design no estilo 5 estrelas.

Generator Copenhagen – este albergue se destaca por conta do seu ótimo custo-benefício e localização.

Absalon Hotel – hotel próximo à estação central e tem como ponto positivo o ótimo café da manhã que é bem elogiado pelos hóspedes, além da sua infraestrutura linda e jovial.

Axel Guldsmeden – outro hotel que fica próximo à Estação Central de Copenhague e do Jardins de Tivoli, destaque para os quartos com decoração exclusiva.

E apenas uma observação, Copenhague não é uma cidade barata, muito pelo contrário, está entre uma das cidades mais caras da Europa. Por isso, não se assuste com os valores das diárias 😉

Outras informações úteis

  • A moeda usada na Dinamarca é a coroa dinamarquesa (DKK);
  • O idioma é o dinamarquês, mas boa parte dos locais falam inglês fluente;
  • Eu passei apenas 2 dias em Copenhague, mas o ideal para conhecer a cidade com calma é de pelo menos 3 ou 4 dias;

Mais uma diquinha de lugar para conhecer, o prédio da bolsa de valores de Copenhague é maravilhoso, veja essa foto aqui ⇓, é este prédio verde que aparece ao fundo.


Esse post faz parte de uma Blogagem Coletiva com o tema #listatop10. Confira abaixo os posts de outros blogueiros  participantes.

Destinos por onde andei… – As 10 melhores atrações do Central Park em Nova York

Atravessar Fronteiras 10 coisas para fazer em Brasília de graça

Foco no MundoO que fazer em Buenos Aires? 10 atrações imperdíveis!

Contando Destinos10 principais pontos turísticos de Munique, na Alemanha

Turistando.in10 lugares para visitar em Lisboa (com inúmeras atrações)

Viagem Lado BO que fazer na Avenida Paulista – 10 lugares imperdíveis

Vamos Por Aí10 Melhores Lugares para Viajar com Crianças

Let’s Fly Away 10 filmes para viajar: cidades locações de filmes

Mulher Casada ViajaSan Diego: 10 Lugares para Visitar ao Sul da Califórnia

Uma Viagem Diferente10 museus para conhecer em São Paulo

Ligado em Viagem10 coisas que você precisa saber antes de viajar para a Alemanha

Descansa na volta 10 praias para conhecer no Brasil

Viagens e CaminhosAs 10 atrações naturais mais impressionantes do Sul do Brasil

Foco em Orlando10 coisas para fazer de graça em Orlando

E aí, Férias!10 cidades da Estrada Real que adoramos

De Mochila e CanecaOs 10 principais parques de Curitiba

Cantinho de Ná Top 10 atrações para crianças em Las Vegas

Imagina na Viagem10 cidades da França que você PRECISA conhecer!

Holandesando 10 Motivos para conhecer a Domtoren, a Torre da Catedral de Utrecht


***Receba mais dicas de viagem***


Gostou do post? Se sim, aproveita para ajudar essa turista que tanta ama viajar a manter o blog e continuar dando dicas de viagens e muito mais. É bem simples ? Para reservar qualquer hotel com vários destinos ao redor do mundo, a dica é o Booking.com. Ao fazer sua reserva por um dos banners do blog ou por este link abaixo, você não gasta nenhum centavinho a mais por isso e ainda me ajuda com uma pequena comissão. Abraços e até a próxima ? Josiane Bravo



Booking.com

14 Replies to “10 passeios incríveis para fazer em Copenhague na Dinamarca”

  1. Conhecer Copenhague é um sonho para mim! Fiquei apaixonada por esse post. Salvei!!!

  2. Eu conheci Estocolmo e me apaixonei. Copenhague é a próxima da minha “lista nórdica”. Já tô salvando as dicas aqui!

  3. angelicafigueiredo says: Responder

    Gente me apaixonei por Copenhague depois desse post! Ai que vontade de estar lá conhecendo cada item dessa lista! Parabéns pelo post! Abraços!

  4. Belas atrações! As que gostei mais foram Nihavn e as belas casas enfileiradas, e a rua de pedestres.

  5. Adorei conhecer Copenhague pelas suas dicas!! <3

  6. Nem estava frio quando vc foi praì, hein?
    Eu vi um post sobre a Cidade Livre de Christiania e fiquei morrendo de vontade de conhecer!
    😉

  7. Adorei a lista e as fotos estão muito boas, como sou uma pessoa mais verão fiquei imaginando essa cidade e essas fotos com um pouco mais de sol, mas deve ser incrível em ambas as estações. adorei o post

  8. Que lugar encantador! Tô doida pra conhecer Copenhagen. Ótimo post!

  9. Ainda não conheço Copenhague, mas adoraria visitar esta cidade linda, amei suas fotos e suas dicas para conhecer a cidade. Me pareceu com Amsterdam, que inclusive adorei, tenho certeza de que adorarei Copenhague também, rsrs.

  10. Ainda não conheço Copenhague, mas está na lista de lugares que quero conhecer. Seu post fez com que minha vontade só aumentasse! Ótimas dicas!

  11. Quantas coisas lindas, Josi! Vejo que está aproveitando bem sua temporada na Europa, que bom!

  12. Ainda não fomos em Copenhague, mas está na nossa lista de próximas viagens.
    Os lugares são lindos. Adoramos a lista e as suas fotos!!

  13. Post incrível com dicas excelentes! Copenhagen é uma cidade maravilhosa mesmo! Super obrigada por citar o Viajonários! 🙂

  14. Copenhagen é uma das cidades que mais tenho vontade de conhecer! Piro em cada foto, sou apaixonada pela arquitetura e coleciono atrações pra quando chegar a hora de montar o meu roteiro… a que mais me gera interesse é Christiania… deve ser uma experiência, no mínimo, curiosa!
    Adorei a lista inteirinha! 🙂

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: