Paisagem da janela na viagem de ônibus de Mendoza a Santiago

Por Josiane Bravo
78 comentários

A viagem de ônibus no trajeto de Mendoza a Santiago do Chile foi uma experiência incrível. A rota é recheada de paisagens exuberantes, e o grande destaque desse trajeto é a Cordilheira dos Andes, que passa pela fronteira da Argentina e Chile.

Antes de falar sobre a paisagem, algumas dicas importantes sobre a travessia dos Andes e sobre onde comprar a passagem de ônibus.

Onde comprar a passagem de ônibus de Mendoza a Santiago?

Você pode comprar as passagens pela internet (online) se possuir cartão de crédito, ou no próprio terminal rodoviário de Mendoza (Terminal Del Sol, situada na Av. Governador Videla).

Para reservar a passagem pela internet, as duas principais empresas são:

  • Andesmar: uma companhia que faz vários trajetos pela Argentina.
  • Cata Internacional: essa foi a companhia que escolhi e recomendo, o ônibus é super confortável e ainda ganhei café, chá e 2 alfajores de cortesia.

Consulte opções de hospedagem em Mendoza

paisagem do ônibus no caminho de Mendoza a Santiago do Chile.13

Lanche cortesia que ganhei no ônibus, alfajor, café e chá

Eu optei em comprar a passagem na própria rodoviária com 1 dia de antecedência. Paguei o valor de 450 pesos argentinos na época, algo em torno de 100 reais.

Leia também: 25 horas em Santiago do Chile: veja o que fazer em 1 dia

Para garantir um assento na janela, recomendo que compre a passagem com antecedência, pois a atração dessa viagem é justamente ter a melhor vista. Caso contrário, você não vai ter o privilégio de tirar fotos e admirar a paisagem.

Outra dica é escolher o assento no segundo andar do ônibus, se conseguir, reserve os assentos da frente (são 4 assentos), onde se tem a melhor vista. Eu reservei um assento do lado direito e fui bem privilegiada com minha escolha.

ônibus de Mendoza a Santiago

Paisagem do lado chileno

Duração da viagem: Mendoza a Santiago

A viagem dura em torno de 7 horas, isso incluindo 1 hora na qual todos tem que descer do ônibus para passar na fronteira entre Argentina e Chile. No entanto,  a duração da viagem pode ser bem mais longa, pois conheço uma amiga que ficou 5 horas na fronteira, segundo ela, o procedimento estava bem devagar e com uma fila enorme de carros esperando.

paisagem do ônibus no caminho de Mendoza a Santiago do Chile.1

Paisagem maravilhosa do lado argentino, antes de chegar na Cordilheira dos Andes

Como é a passagem na fronteira entre Argentina e Chile?

A fronteira da Argentina e Chile fica bem no alto da Cordilheira dos Andes. É nessa parte onde você vai ter que descer do ônibus e passar pela imigração. Para este momento será necessário ter os documentos em mãos, no caso do brasileiro, o RG é válido, mas se quiser ter registrado, leve seu passaporte para ter o carimbo.

Se tem apenas RG, lembre-se de guardar o recibo de entrada que receberá na imigração. Este papel é extremamente importante, pois ele é seu comprovante de entrada no país. Guarde-o como se ele fosse seu um documento, pois na hora de sair do país (passar na imigração do aeroporto por exemplo), você vai precisar deste papel.

Importante: o RG é aceito para entrar no Chile, mas para isso ele tem que está em boas condições e, atente-se a data, pois não são aceitos RGs com mais de 10 anos.

ônibus de Mendoza a Santiago

Na fronteira Argentina/Chile

Dica importante:

Uma informação de extrema importância, não leve nenhuma fruta ou qualquer produto de origem animal ou vegetal dentro do ônibus. Quando você passar na imigração, a polícia federal vai inspecionar o ônibus e todas as malas serão passadas pelo Raio X. O que acontece é que, o Chile é super rigoroso em relação aos produtos que entram no país. Lembre-se, não é permitido entrar no país com:

  • frutas e vegetais
  • carne e derivados
  • leite e derivados
  • comidas prontas, como uma empanada, sanduíche, entre outros.

E caso você se esqueça e acabe levando qualquer produto que listei, prepare-se para pagar uma multa, que pelo que me lembro, era em torno de 10 dólares por produto.

+ Informações importantes: lembre-se de levar um agasalho, pois como a fronteira do Chile e Argentina fica bem no alto da Cordilheira dos Andes, mesmo durante o verão é  frio lá em cima. Como será necessário descer do ônibus, se for durante o inverno, leve um agasalho bem reforçado.

ônibus de Santiago a Mendoza

Na fronteira Argentina/Chile, entrando no Chile

O que ver durante a viagem de Mendoza a Santiago?

Prepare sua câmera, pois a paisagem é de tirar o fôlego. Durante a viagem você vai ver muita montanha, neve, rios, formações rochosas que se transformam em animais  e até uma represa linda que fica no lado argentino.

A viagem é recheada de atrações e a cada curva algo lindo para admirar da janela. Como fui no inverno (Ago/2016), a estrada estava rodeada de muita neve nas Cordilheiras dos Andes, branco para todos os lados.

Diquinha: se quiser ver neve, programe-se para fazer essa viagem no inverno.

ônibus de Mendoza a Santiago

O que você ver nessa formação rochosa? Eu vejo um cachorro deitado, da raça Shar Pei

ônibus de Mendoza a Santiago

Rio Mendoza, do lado argentino

Represa de Potrerillos

Do lado direito do ônibus você vai ver a represa de Potrerillos, que se encontra a cerca de 65km do centro de Mendoza, na Argentina. Se estivesse de carro, adoraria ter parado nesse lugar, tem um mirante onde é possível ver toda a represa.

ônibus de Mendoza a Santiago

Represa de Potrerillos

ônibus de Mendoza a Santiago

Represa de Potrerillos vista de outro ângulo

Antes de chegar no início das Cordilheiras dos Andes, do lado argentino, o destaque vai para uma paisagem desértica impressionante.

ônibus de Mendoza a Santiago

Paisagem desértica do lado argentino

Depois que entrar na Cordilheira dos Andes, o trajeto começa a mudar, deixando a paisagem desértica e passando para um contraste de cores, do marrom para o branco da neve, que vai cobrindo as montanhas e tudo ao redor (com exceção da estrada).

ônibus de Mendoza a Santiago

Na Cordilheira dos Andes, do lado argentino

ônibus de Mendoza a Santiago

Cordilheira dos Andes

Los Caracoles

Do lado chileno, depois que atravessa a fronteira, prepare-se para ver um dos trechos mais altos e impressionantes da viagem, é o Los Caracoles, um trecho íngreme formado por uma sequência de curvas sinuosas que podem ser vistas de longe. É tipo um zigue-zague.

ônibus de Mendoza a Santiago

Los Caracoles, do lado chileno

A viagem de ônibus é realmente linda, mas o ideal mesmo seria fazer este trajeto por conta própria, de carro, pois a liberdade de parar onde quiser ao longo do caminho faz toda a diferença na hora de tirar as fotos.

Ganhe 5% de desconto no seu SEGURO VIAGEM

Apesar de não ser obrigatório ter seguro viagem para viajar para a América do Sul, vale lembrar que ele é essencial para viagens internacionais. Para contratar o melhor seguro, eu uso e recomendo a Seguros Promo, site que compara os preços e coberturas das principais seguradoras do mundo. Clique aqui e faça sua cotação online. Encontre os melhores preços e pague em até 12 vezes no cartão de crédito. E os leitores do blog ganham 5% de desconto usando o código TURISTANASNUVENS.

Outras dicas:

  • Durante o inverno, há trechos da estrada que costumam ficar interditados por causa das nevascas. Ou seja, pode acontecer deles fecharem a estrada.
  • Lembre-se de levar agasalho, pois é frio na fronteira entre Chile e Argentina.
  • Não se esqueça, não é permitido levar nenhum tipo de produto de origem animal ou vegetal na mala.
  • Reserve sua passagem com antecedência para garantir um bom assento ao lado da  janela.
  • O terminal rodoviário de Mendoza se chama Terminal Del Sol, situada na Av. Governador Videla.
  • Em Santiago, o terminal que você vai descer é o Terminal Sur, que fica perto da estação de metrô Universidad de Santiago.
ônibus de Mendoza a Santiago

Cordilheira dos Andes, lado argentino

Dica: confira este post maravilhoso do blog Lole Pocket com 10 coisas que você precisa saber quando vai para o Chile.


***Leia também***


***Receba mais dicas de viagem***


Gostou do post? Se sim, aproveita para ajudar essa turista que tanta ama viajar a manter o blog e continuar dando dicas de viagens e muito mais. É bem simples. Para reservar qualquer hotel com vários destinos ao redor do mundo, a dica é o Booking.com. Ao fazer sua reserva por um dos banners do blog ou por este link abaixo, você não gasta nenhum centavinho a mais por isso e ainda me ajuda com uma pequena comissão. Abraços e até a próxima. Josiane Bravo



Booking.com


 

78 comentários
0

Leia também

78 comentários

Santiago do Chile: conhecendo a cidade com o walking tour gratuito – Uma Turista Nas Nuvens 1 de outubro de 2016 - 02:14

[…] Paisagem da janela na viagem de ônibus de Mendoza a Santiago […]

Responder
Tour Alta Montanha: passeio de 1 dia na Cordilheira dos Andes em Mendoza – Uma Turista Nas Nuvens 8 de outubro de 2016 - 20:15

[…] Leia mais: Paisagem da janela na viagem de ônibus de Mendoza a Santiago […]

Responder
Heloiara Lemes 10 de outubro de 2016 - 05:50

Amei seu relato. Faço essa viagem agora no fim do mês e você só me encorajou mais ainda. Muito obrigada =)

Responder
Josiane Bravo 10 de outubro de 2016 - 23:39

Querida, feliz com a visita e pela sua viagem. Me leva junto rs. Adorei conhecer a Cordilheira e tenho certeza que você vai gostar também dessa viagem de ônibus. Muito obrigada 🙂

Abraços

Responder
Ana Carolina Vasconcellos Miranda 11 de novembro de 2016 - 21:06

Josiane, esta viagem deve ter sido ótima! Adoro belas paisagens. Estas são de perder o fôlego. Não imaginava que todos teriam que descer do ônibus para atravessar a fronteira Argentina/Chile. Parabéns pelo post, ótimas dicas!

Responder
Josiane Bravo 12 de novembro de 2016 - 15:32

Oi Ana, muito obrigada pelo comentário 🙂 Sim, todos descem para passar pela imigração. Única parte chata da viagem rs, do resto, foi pura diversão.

Beijos

Responder
camila620 12 de novembro de 2016 - 19:49

A paisagem é maravilhosa mesmo! Mas o lado esquerdo do ônibus também tem o seu charme, que dá pra ver a Puente del Inca 🙂 É uma viagem maravilhosa – só tirando a imigração chilena que é um cu, rs….

Responder
Josiane Bravo 12 de novembro de 2016 - 21:36

Oi Camila, essa imigração é um saco mesmo kkkk, mas fazer o que né, faz parte. Sobre a paisagem do lado esquerdo, eu achei linda também, como o ônibus estava até que vazio, ficava trocando de assento quando dava em alguns trechos kk.

Beijos

Responder
Camila Lisbôa 18 de fevereiro de 2017 - 16:20

Com sorte do ônibus vazio dá pra ficar andando de um lado pro outro mesmo ahhaha

Nunca dei essa sorte e acabo sempre viajando do lado direito 🙂

Responder
Carlos Roberto e Gleidys 12 de novembro de 2016 - 20:06

Estamos em fase de planejamento para nossa presença no Chile. Muito oportuno este seu relato sobre Santiago. Muito obg. Lindo post. Lindas fotos.

Responder
Josiane Bravo 12 de novembro de 2016 - 21:47

Muito obrigada Carlos e Gleidys. E que delícia essa viagem que vocês estão programando. Eu adorei conhecer o Chile e suas paisagens.

Abraços

Responder
Tassia Mourão 14 de novembro de 2016 - 11:15

Achei sensacional essa viagem! Nunca penso em viajar de ônibus, sempre priorizo o avião por causa do tempo gasto. Mas depois de ler o seu post, vou repensar em função das paisagens! Adorei!

Responder
Josiane Bravo 14 de novembro de 2016 - 23:46

Muito obrigada Tassia, eu também prefiro viajar de avião, mas no caso dessa viagem, ela era rápida. Então acaba compensando mais do que de avião na minha opinião, além da paisagem ser linda 🙂

Abraços

Responder
Talita 15 de novembro de 2016 - 15:32

Adorei o seu relato! Sempre tive muita curiosidade em saber como era possível fazer este roteiro e pensava que só era possível de carro. Obrigada pelas dicas!

Responder
Josiane Bravo 17 de novembro de 2016 - 22:41

Muito obrigada Talita. Esse roteiro deve ser muito melhor de carro, mas de ônibus também é uma boa pedida. A viagem é bem agradável 🙂

Beijos

Responder
Monique Ribeiro 2 de dezembro de 2016 - 19:30

Excelente post! Essa região deve ser lindíssima mesmo e espero poder conhecer em breve! Boa dica a viagem de ônibus. Beijos

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:53

Muito obrigada Monique 🙂 As Cordilheiras é um sonho de lugar, muito lindo. Espero que possa conhecê-la

Abraços

Responder
Fabio Jr Alves - Comer. Dormir. Viajar. 2 de dezembro de 2016 - 19:56

Nunca tinha pensado em fazer este trajeto de ônibus, agora fiquei com muita vontade desta trip!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:54

Haha, esse trajeto é incrível. Vale super a pena, claro que de carro deve ser ainda melhor se tive a oportunidade 😉

Abraços

Responder
Gê Azevedo 2 de dezembro de 2016 - 20:33

Ai, Josi, que saudade!
Fizemos essa viagem também e foi uma das coisas mais emocionantes da minha vida!
Conseguimos comprar os assentos da frente na parte de cima do ônibus! Foi incrível!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:55

Oi Gê, nossa, infelizmente não consegui os assentos da frente. Vocês tiveram a melhor vista da viagem. Um dia quero voltar para lá e fazer esse trajeto de carro, que deve ser ainda melhor, pois você tem a oportunidade de parar onde quiser 😉

Abraços

Responder
Zudi Dadalt 2 de dezembro de 2016 - 23:06

Que viagem linda Josiane! Quero muito fazer. Vou guardar seu post para checar no momento certo.

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:57

Muito obrigada Zudi 😉 São paisagens maravilhosas que você verá durante esse trajeto, as fotos não ilustram a beleza real do lugar, você vai amar.

Beijos

Responder
Fernanda Souza (@precisoviajar) 3 de dezembro de 2016 - 00:22

Uau! deu até vontade de entrar no busão agora. Que paisagens maravilhosas 🙂

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:58

Haha, é um cenário lindo para quem vai viajar de carro ou ônibus. Vale a pena perder umas horas no assento do ônibus para admirar toda a beleza da Cordilheira 😉

Abraços

Responder
Keul Fortes [Turistando no Mundo] 3 de dezembro de 2016 - 02:42

Que show! Fiquei com vontade agora.. rs

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 01:59

😉

Responder
blogcarensales 3 de dezembro de 2016 - 02:56

Ahh que delícia ver lugares tão lindos.!
Se toda viagem de bus fosse assim hein?

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:00

Rs, viajaria só de bus com paisagens assim 😉 Uma pena que nem sempre isso é possível não é.

Beijos

Responder
flaviamarch 3 de dezembro de 2016 - 03:31

Tenho muito carinho por essa viagem pela Cordilheira dos Andes, pois a fiz com meus pais quando eu tinha 13 anos. Não lembro de tudo, mas algumas partes ficaram na memória. Seu post me fez voltar no tempo…
Fotos lindas com a neve, amei! ?
Bjs!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:02

Muito obrigada Flávia <3 É tão bom essas viagens das quais fizemos na infância não é. Feliz que o post te fez voltar ao tempo, rs. Seria perfeito um vídeo para complementar 😉

Beijos

Responder
Boralá (@BoralaBlog) 3 de dezembro de 2016 - 06:10

Uma longa e linda jornada. Curti o post!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:02

Muito obrigada 🙂

Responder
Salonisses 3 de dezembro de 2016 - 10:26

Uau! que visual de tirar o fôlego!
Muito convidativo o seu post… já bateu aquela vontade de fazer esse trajeto <3

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:03

Muito obrigada 🙂 É uma viagem incrível que não vai te decepcionar

Abraços

Responder
Naná Coutinho 3 de dezembro de 2016 - 13:38

Quero muito fazer essa viagem! Já favoritei aqui!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:04

é uma viagem incrível, vale a pena 😉
Beijos

Responder
Juliana Moreti (turistando.in) 3 de dezembro de 2016 - 15:41

Que lindo post Josi!
Eu fiquei com muito medo de cruzar para o lado chileno. Foi a nossa 1° viagem internacional, a internet não era tao acessível e ficamos com receio de nao conseguir voltar para Mendoza (havia chance de nevasca).

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:07

Muito obrigada Jú. Rs, imagino esse medo, mas confesso que eu nem liguei com a neve, como fui no inverno, também corri o risco de pegar nevasca rs. Mas ainda bem que deu tudo certo, caso contrário, estaria em apuros, já que tinha meu voo de volta para o Brasil na cidade de Santiago 😉

Beijos querida

Responder
Tatiana Maebuchi 3 de dezembro de 2016 - 16:12

Lindas paisagens! Fiquei inspirada a fazer o trajeto de carro!

Responder
Josiane Bravo 6 de dezembro de 2016 - 02:08

É muito lindo, vai adorar a Cordilheira e Mendoza 😉

Responder
Sartenada 6 de dezembro de 2016 - 09:37

Poxa. Eu gostei.

Responder
Josiane Bravo 28 de dezembro de 2016 - 02:20

🙂

Responder
Retrospectiva: as melhores viagens de 2016 – Uma Turista Nas Nuvens 28 de dezembro de 2016 - 20:01

[…] Paisagem da janela na viagem de ônibus de Mendoza a Santiago […]

Responder
Susana 20 de janeiro de 2017 - 00:22

Oi! Vamos realizar a viagem Mendoza-Santiago de ônibus, no início de abril. Você acredita que nessa época podemos ter problemas de fechamento da estrada? Obrigada!

Responder
Josiane Bravo 20 de janeiro de 2017 - 00:55

Olá Susana, tudo bom. Muito obrigada pela visita. Na minha opinião, vocês não vão ter nenhum problema com fechamento de estrada, pois isso geralmente pode acontecer durante os meses rigorosos do inverno como julho e agosto por exemplo. Feliz que vai fazer essa viagem, ela é maravilhosa e Mendoza é uma graça de cidade.
Abraços

Responder
Incríveis Viagens 8 de fevereiro de 2017 - 19:39

Ótimas dicas, meu sonho é conhecer o chile e com certeza mendoza em santiago vai ser a primeira parada! visite meu site tbm ficarei muito grato 😀 http://incriveisviagens.com/

Responder
Josiane Bravo 8 de fevereiro de 2017 - 22:21

Muito obrigada 🙂 Chile é um país muito lindo e Mendoza é um charme de cidade, tenho certeza que vai adorar.
Abraços e muito obrigada pela visita. Volte sempre

Responder
Susana Cembrolla (@cembrolla) 9 de fevereiro de 2017 - 10:13

Obrigada Josiane! Suas dicas são sempre preciosas!

Responder
Tyssia 23 de fevereiro de 2017 - 00:59

Estou tentando comprar passagens no ônibus da Cata, indo de santiago à Mendoza, e estou em dúvida:
Vi que as poltronas do piso superior são as mais baratas. E que as que possuem serviço e são mais confortáveis ficam embaixo. É isso mesmo??!!
Achei estranho e até já estava preparada a pagar mais pela vista … mas quando fui tentar comprar, percebi que não era assim.
Outra questão é…. essa viagem pode se tornar longa, devido a imprevistos na fronteira, comprar poltrona sem serviço de bordo não é uma furada??

Responder
Josiane Bravo 23 de fevereiro de 2017 - 01:29

Oi Tyssia tudo bom. Muito obrigada pela visita 🙂 Respondendo sua dúvida, realmente é isso mesmo que você falou, as poltronas do piso inferior são as mais caras e são as que tem o serviço de bordo. Para ser sincera, não cheguei a ver como era o piso inferior, mas de um modo geral, achei bem confortável as poltronas do piso superior. Não acho que seja uma furada, pois se acontecer algum imprevisto na fronteira, pode acontecer de você ter que passar boa parte do tempo fora do ônibus, nas longas filas de espera para passar na imigração. Mas por um outro, pode acontecer de você ter que esperar dentro do ônibus também, já que tem trânsito de carros esperando a sua vez. Nesse sentido, eu entendo sua preocupação em ter um pouco mais de conforto. Fico aqui agora sem saber o que te dizer, mas para mim, não me arrependo com a semi cama do piso superior. Eu não ligo do conforto, pois como a paisagem é tão linda durante o trajeto, eu mesma nem quis tirar um cochilo para não perder nada.;)

Beijos 🙂

Responder
vivapelomundo 14 de maio de 2017 - 22:55

Que relato ótimo, todo detalhado. Deve ser uma experiência única.. as fotos mostram ainda mais isso!! amei 😀

Responder
Josiane Bravo 15 de maio de 2017 - 12:04

Muito obrigada 🙂 Essa viagem foi maravilhosa, paisagem perfeita por todos os lados. Um dia quero fazer essa viagem de carro, deve ser ainda melhor.
Beijos

Responder
vivapelomundo 15 de maio de 2017 - 13:35

ahh com certeza. Uma roadtrip é sempre uma boa pedida! haha 😀

Responder
Ana 19 de novembro de 2017 - 20:23

Oi! Obrigada por essas dicas. Tenho algumas dúvidas, se puder me ajudar…
1- você acha que tem alguma desvantagem em fazer essa viagem de Mendoza a Santiago ao invés do trecho contrário? Na ida não tem mais lugares na primeira poltrona para o dia que vou, por isso pensei em fazer a volta (um dos trechos farei de avião, que sai mais barato).
2- Você chegou a fazer o Tour Alta Montanha em Mendoza? Sabe se ele vale a pena, mesmo já fazendo essa viagem de onibus, ou se ele acaba ficando repetitivo?
Obrigada desde já.

Responder
Josiane Bravo 20 de novembro de 2017 - 10:55

Olá Ana tudo bom. Muito obrigada pela visita.

Vamos lá 😉
1. Claro super válido fazer essa viagem de ônibus mesmo que seja apenas por um trecho, ela é linda e acaba saindo bem mais em conta do que ir de avião, só atente-se a data que você for, pois durante o inverno corre o risco da estrada está fechada por conta da neve. E claro, a poltrona do lado da janela rs para garantir a vista.
2. Ô se vale a pena. Eu fiz os dois, a viagem de Mendoza-Santiago e um dia anterior fiz o tour Alta Montanha que para mim foi tudo perfeito, um passeio perfeito. Eu fiz um post sobre ele se quiser mais infos 😉 https://umaturistanasnuvens.com/2016/10/08/1-dia-na-cordilheira-dos-andes-em-mendoza/
Abraços e qualquer dúvida estou aqui

Responder
UBALDÉSIO NOVAIS 14 de janeiro de 2018 - 20:11

Olá… O melhor lado no ônibus para visualizar melhor as paisagens (sentido Santiago-Mendoza) é informado como o “direito”, assim, queria tirar uma dúvida: esse lado direito é o mesmo onde se senta o motorista? Muito grato!

Responder
Josiane Bravo 15 de janeiro de 2018 - 17:54

Olá tudo bom. No caso, como você vai está vindo de Santiago, o lado direito passa a ser o esquerdo (que como mencionou, o lado do motorista) meio confuso né, até eu fiquei agora pensativa rs, em todo o caso, ambas as vistas são muito lindas, deste que você tenha o privilégio de sentar ao lado da janela para aproveitar mais 😉 Cada lado tem lugares e paisagens lindas para ver, por exemplo, indo de Mendoza-Santiago, eu acabei não vendo a Puente del Inca, uma das atrações que fica do lado esquerdo.
Abraços

Responder
LAIS LIMA FERREIRA GUIMARAES 29 de março de 2018 - 18:21

Olá Josiane, Você realizou este percurso em qual horário? Pela manhã ou pela noite? Estou pensando em fazê-lo saindo as 23:00 de Mendoza para chegar as 6:00 em Santiago, pois preciso chegar no sábado pela manhã para conseguir trocar moeda. Acha que consigo ver as belezas do trajeto neste horário?

Responder
Josiane Bravo 30 de março de 2018 - 13:58

Oi Laís tudo bom. Eu fiz essa viagem de ônibus na parte da tarde. Bom, como vai viajar durante à noite acredito que não vai ter a oportunidade de ver a paisagem por completo como ela é vista durante o dia 🙁
Beijos

Responder
Luke 22 de maio de 2018 - 16:30

Olá Josiane! Parabéns pelo post e pelo blog. Eu estou querendo fazer esse percurso vindo de Santiago. Você acha que mesmo assim valeria á pena fazer o tour alta montanha, 1 ou 2 dias depois quando estiver em Mendonza? Se fosse em épocas diferentes, não teria dúvidas.

Responder
Josiane Bravo 28 de maio de 2018 - 04:51

Olá Luke tudo bom. Muito obrigada pela visita 🙂
Olha, acho que vale a pena sim, pois mesmo passando de ônibus por essa região, o tour é uma ótima forma de você apreciar essa região mais de perto. A viagem de ônibus é apenas uma “pitadinha” da paisagem.
Abraços

Responder
Claudia 20 de junho de 2018 - 21:41

Você acha que da pra fazer essa viagem com bebê no inverno?

Responder
Josiane Bravo 24 de junho de 2018 - 08:23

Olá Claudia tudo bom. O frio lá no alto da montanha é bem intenso, mas acredito que deste que seu bebê esteja bem agasalhado não acho que é um problema viajar no inverno.
Abraços

Responder
Thaise 18 de julho de 2018 - 09:54

Olá Josiane, vou fazer Buenos aires x Santiago de ônibus, com uma parada de 5 horas em Mendoza, será que eu consigo fazer um pequeno tuor na cidade nesse tempinho que eu tenho? e você acha o site busbud confiável para comprar passagem de ônibus?

Responder
Josiane Bravo 18 de julho de 2018 - 12:45

Oi Thaise tudo bom. Com 5 horas em Mendoza você consegue visitar o centrinho da cidade com calma, pois é bem pequeno. É possível sim, aliás, acho que conseguirá ver os principais pontos turísticos, pois todos ficam próximos. A rodoviária fica bem pertinho do centro, então é possível ir até a pé. Sobre a Busbud, eu não conheço, então não posso dizer se é confiável ou não. Sempre olho no site Reclame Aqui quando tenho dúvido sobre algum site, vale a pena conferi-lo para ver a reputação dessa empresa.

Abraços e uma boa viagem 🙂

Responder
Roberta Jerônimo da SIlva 3 de agosto de 2018 - 17:00

Oi!!
Pretendo fazer o percurso Santiago-Mendoza-Santiago. Em relação a comidas na mala: já li relatos que pode levar, basta marcar no formulário na fronteira. Eu pretendo ter em minha mala, doce de leite e alfajor argentino. O que vc acha?

Responder
Josiane Bravo 21 de agosto de 2018 - 12:21

Olá Roberta tudo bom. Como são alimentos processados, acredito que não terá problema, mas quero ressaltar que a imigração tem direito de verificar os alimentos e até mesmo descartá-los.
Abraços

Responder
Antonio Eduardo 1 de setembro de 2018 - 07:10

Bom
Dia, existe limite de garrafas de vinho que possam ser levadas de Mendoza para o Chile, no ônibus?

Responder
Josiane Bravo 25 de setembro de 2018 - 11:50

Olá Antonio tudo bom. Infelizmente não sei te responder com clareza sua dúvida, mas assim como para entrar no Brasil, o qual o limite é de até 12 litros, acredito que é possível entrar no Chile com até 20 garrafas de vinhos (mas como disse, não posso afirmar isso, por favor certifique-se no site da alfândega do Chile). Lembrando que tudo que você levar deve ser declarado no formulário que será fornecido dentro do ônibus antes de passar na alfândega.
Abraços e muito obrigada pela visita 🙂

Responder
Inácio 28 de novembro de 2018 - 11:27

Olá, primeiramente parabéns pelo post detalhado, ajudou bem! Só fico com uma dúvida: esse ônibus tem parada na estrada para fazermos um lanche/refeição, como é comum no Brasil? Ou vai direto e só para na imigração?
Fico com receio porque como é proibido levar um monte de alimento à bordo, pode ser complicado.
Obrigado!

Responder
Josiane Bravo 3 de dezembro de 2018 - 18:29

Olá Inácio tudo bom. Muito obrigada 🙂 Este ônibus não teve paradas iguais no Brasil, então a dica é levar um lanchinho extra. Mas antes de passar na imigração você pode jogar as comidinhas fora, se for o caso (melhor levar pouca coisa para não ter que jogar fora depois). Foi isso que fiz, pois tinha umas maçãs na bolsa. Só não se esqueça, pois depois que passa na imigração (parte de ver os documentos), depois você passará pela parte onde tem uns cães farejadores que farão o trabalho de ver quem está levando drogas, entre outras coisas que não são permitidas. E lá na imigração tem uma lanchonete simples pelo que me lembro. Tem até casa de câmbio.
Abraços

Responder
Valdir Benigno 24 de março de 2019 - 19:48

Olá Josiane, adorei seu relato, exatamente o que eu estava procurando para me informar mais sobre esse trajeto. O farei saindo pela manhã de Mendoza. Parabens pelas clareza e detalhes do post.

Uma pergunta: Qual época da sua viagem?

Abrcs

Responder
Josiane Bravo 31 de março de 2019 - 20:17

Olá Valdir tudo bom. Muito obrigada pela visita 🙂 Eu fiz essa viagem em pleno inverno, bem no início de agosto.
Abraços

Responder
Ana Paula E Fonseca 1 de maio de 2019 - 12:15

Estou indo dia 03/07/19 de Santiago para Mendoza de ônibus, mas estou com dificuldade de comprar as passagens on line, alguém tem alguma dica?

Responder
Josiane Bravo 5 de maio de 2019 - 13:23

Oi Ana tudo bom 🙂 Muito obrigada pela visita. Sobre sua dúvida, eu comprei a minha passagem de ônibus com um dia de antecedência no próprio terminal rodoviário de Mendoza. Como estará em Santiago, você pode ir até a rodoviária assim que chegar na cidade e comprar a sua passagem, assim já garante a viagem. Para chegar na rodoviária é muito fácil saindo do centro, pois é possível ir de metrô (Universidad de Santiago), e o nome da rodoviária é o Terminal Santiago.

Obs: não sei o porquê está tendo a dificuldade para comprar as passagens, mas em todo o caso se conseguisse adquirir online economizaria este tempo de ir pessoalmente até a rodoviária só para comprar os bilhetes.

Abraços e até a próxima

Responder
Tamiris 3 de novembro de 2019 - 11:42

Adorei as dicas! Farei esse percurso semana que vem e gostaria de saber se você tem informações sobre as malas. Será que posso levar minha bolsa, uma mala de bordo e uma despachada?
Obrigada!

Responder
Josiane Bravo 10 de novembro de 2019 - 12:11

Oi Tamiris tudo bom 🙂 Até onde sei, pode sim levar sua mala de bordo e uma mala despachada. Aliás, eu tive que despachar minha mala carry on porque ela não coube dentro. Dentro do ônibus eu levei apenas minha mochila, que por sinal estava bem pesada e com bastante volume.
Abraços e faça uma boa viagem. Espero que curta a paisagem quanto como eu 🙂

Responder

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar utilizando o site, suponho que está tudo bem para você, Beleza, por mim tudo bem.