Casapueblo – como é a visita a antiga casa de verão de Carlos Vilaró

Por Josiane Bravo

Um dos pontos turísticos mais lindos e visitados no Uruguai, a magnífica Casapueblo que fica localizada na península de Punta Ballena. Com uma beleza arquitetônica que pode ser apreciada de longe, essa casa branca pra lá de diferente fica situada em uma região privilegiada, na encosta de um morro à beira do Rio da Prata.

A Casapueblo é uma obra de arte, como alguns a comparam, a pequena Grécia da América Latina, já que a arquitetura do lugar lembra muito as casas de Santorini.

Se você que está de passagem pelo pequeno país e pretende conhecer um dos lugares mais incríveis do Uruguai, neste post encontrará informações úteis para planejar sua visita: como chegar, como ir de Punta del Este à Casapueblo usando transporte público, ingresso, história do lugar, curiosidades e mais.

Localização

A Casapueblo fica a 16km da agitada Punta Del Este e aproximadamente 1h30 de Montevidéu

A Casapueblo 

A antiga casa branca com detalhes em azul foi criada pelo artista plástico, escultor, escritor e arquiteto uruguaio Carlos Paes Vilaró (falecido em 2014), lugar que foi sua casa de verão e ateliê.

Carlos Vilaró se apaixonou pela região assim que pisou os pés pela primeira vez no local em 1957. Sendo assim, decidiu comprar o terreno e ali começou a construir uma casa que de tempos em tempos ganhava novos cômodos e varandas. Resumindo, se tornou nessa mansão enorme que vemos pelas fotos.

casapueblo punta ballena uruguai10

Placa de boas vindas

Um pouco de história

Com a incrível ousadia do artista, o que começou como uma casa de lata acabou se tornando um projeto audacioso que levou anos para ser finalizado. Sem muito planejamento, Vilaró decidiu ampliar a casa e cobri-la com uma espécie de massa branca. O resultado dessa ideia genial é o que fez da Casapueblo um sucesso.

Atraído pelo olhar de conhecidos e amigos próximos, o número de interessados(a) em visitar a casa só foi aumentando e isso se resume no tamanho gigantesco que ela se tornou. A obra ia ganhando novos cômodos conforme o tempo.

Só para ilustrar, a casa toda foi projetada pelo artista. Em resumo, é uma obra que durou 36 anos para ser concluída.

Depois de anos e anos de muito trabalho e paciência, Vilaró conseguiu finalizar seu projeto. Não é a toa que o lugar é um dos mais lindos do Uruguai, além da arquitetura espetacular e diferentona, a casa reúne traços únicos e é recheada de varandas.

Tamanha foi sua dedicação, o artista até usou seu talento como forma de troca de mão de obra, ou seja, trocando suas obras por materiais de construção. E tem mais, usou suas próprias mãos para modelar as paredes da casa.

O que mais me chamou a atenção na Casapueblo foi a enorme estrutura e detalhes na sua construção, que foi construída com um estilo semelhante aos da casas da ilha grega de Santorini. Entretanto, Vilaró dizia que as formas irregulares de sua construção referem-se a um pássaro típico do Uruguai chamado Forneiro (o famoso João de barro aqui no Brasil).

Além da casa e ateliê de Carlos Vilaró, a Casapueblo também reúne um museu, um hotel muito luxuoso (Club Hotel Casapueblo), uma galeria de arte e um restaurante (Las terrazas).

casapueblo punta ballena uruguai15

Galeria-museu

Como é a Casapueblo?

A Casapueblo é enorme, parece que você está dentro de um labirinto, e olha que o acesso se dá apenas para alguns ambientes. O museu é cheio de detalhes, esculturas e pinturas nas paredes.

casapueblo punta ballena uruguai

Fachada na entrada da Casapueblo

casapueblo punta ballena uruguai16

Gatinho na entrada da Casapueblo

casapueblo punta ballena uruguai14

Entrada da Casapueblo

Museu Casapueblo

Logo na entrada você tem acesso a uma salinha com telão, onde pode assistir a um documentário de 15 minutos que conta sobre a casa e a vida do artista Carlos Paez Vilaró. O bacana de ver o vídeo é que vai ficar mais por dentro da história do lugar antes de começar o passeio pelo museu.

Depois de assistir o vídeo, segue para o museu (Museu Taller-Casapueblo) que é composto por 5 salas onde encontrará obras de arte como quadros, vasos, e muito mais. Só ressaltando que a Casapueblo é enorme, mas os visitantes só podem andar por alguns espaços da casa, que é bem limitado.

Terraços da Casapueblo

O passeio pelo interior do museu é recheado de túneis e um lance de escadas. Já na parte externa, é composto por um visual espetacular e ainda conta com um agradável café, o Taberna del Rayo Verde. É sentado em uma das cadeiras que fica no café onde os visitantes apreciam o pôr do sol no final do dia.

E tem mais, gosta de gatos (eu amoo)? Os gatos de Vilaró ainda habitam o lugar e gostam de passear pelos aposentos da casa.  O artista era apaixonado pelos felinos.

casapueblo punta ballena uruguai8

Detalhes em azul em uma porta no terraço

casapueblo punta ballena uruguai2

Vista para o Rio da Prata no terraço da Casapueblo

Ver o pôr do sol na Casapueblo

É nos terraços da casa onde você vai presenciar uma das atrações mais lindas da Casapueblo, a cerimônia do pôr do sol. Ver este espetáculo está entre um dos momentos mais esperados pelos visitantes, por isso, a dica é ir mais no final da tarde.

Para planejar sua visita, certifique-se do horário do pôr do sol e condições de tempo. Vale ressaltar que durante a alta temporada de verão, os terraços da Casapueblo ficam lotados, já no inverno, é frio demais.

A cerimônia do pôr do sol é um momento muito especial, pois antes do sol se pôr, uma gravação de um poema (música) recitado por Vilaró é tocada. É uma forma de se despedir do sol em grande estilo. Segundo relatos, é emocionante de ver e tem pessoas que até choram. Mas como fui em um dia nublado e de excursão, não consegui ver essa atração.

Outro destaque do terraço é a vista maravilhosa do Rio da Plata, além de ser o lugar onde você pode admirar e tirar muitas fotos da estrutura da casa.

casapueblo punta ballena uruguai

Vista do terraço da Casapueblo

casapueblo punta ballena uruguai

Além da parte interna da Casapueblo, aproveitei o pouco tempo que tive para passear do lado de fora, onde você vai ter uma vista panorâmica linda de toda a parte externa.

Dica: pertinho da Casapueblo tem um mirante conhecido como Mirador de Punta Ballena, de onde é possível ver o museu e toda a sua arquitetura de longe, além da península.
casapueblo punta ballena uruguai1

Casapueblo vista da lateral, do lado de fora

casapueblo punta ballena uruguai

Fachada na parte exterior da Casapueblo

Como chegar a Casapueblo?

Carro:

A melhor forma de chegar na Casapueblo é de carro, pois além da total liberdade de ir e voltar sem se preocupar com horário, você tem o privilégio de conhecer outros lugares que ficam ao longo do percurso. O acesso é pela Rodovia Interbalnearia, que por sinal, é bem sinalizada e bonita. Vale a pena alugar um carro em Montevideu ou Punta del Este.

Excursão:

Infelizmente, como estava sozinha e sem condições de alugar um carro, acabei optando em fazer um City Tour de Montevidéu para Punta Del Este. Eu não sou fã de tours, mas como estava chovendo durante minha estadia no Uruguai, achei que essa foi a melhor opção, pois além da Casapueblo, o tour também incluía Piriápolis e Punta Del Este.

Em Montevidéu tem várias empresas (agências) que oferecem excursões de 1 dia à Casapueblo. Além da empresa que eu fiz o passeio, também indico este tour, que é oferecido por uma empresa parceira do blog. Recomendo ler as avaliações dos clientes para saber mais o que eles acharam do passeio.

Transporte Público:

A opção mais econômica é ir de ônibus pela companhia COT ou COPSA, que faz o trajeto de Montevidéu/Punta Del Este (você pode entrar no site das companhias para conferir os horários e e valores dos bilhetes).

O ponto negativo de ir de transporte público pelo que li em outros blogs é que o ônibus não para perto da Casapueblo, então será necessário fazer uma pequena caminhada.

Como ir de Punta del Este a Casapueblo de ônibus?

Em Punta del Este você pode pegar o ônibus no terminal rodoviário. Para comprar a passagem, dirija-se ao guiche da companhia COT e peça uma passagem para a Casapueblo. São duas opções: a linha que vai de Punta del Este-Montevidéu, ou de Punta del Este-Portezuelo. Independente de qual linha pegar, não se esqueça de pedir para descer na parada de ônibus que fica próxima à Casapueblo.

De Punta del Este à Casapueblo o trajeto de ônibus leva em torno de 30 minutos. Depois que descer no ponto final (Punta Ballena), ainda é necessário fazer uma caminhada de + ou – uns 20 minutos. Para acrescentar, ir a pé pode ser um pouco desafiador se estiver viajando durante o inverno, pois o museu fica situado em uma região onde venta muito.

Outro ponto negativo de ir de transporte público é que provavelmente vai querer ver o pôr do sol e depois como já é fim de dia, para chegar  até o ponto de ônibus corre o risco de está escuro. Ou seja, para quem estiver viajando sozinha(o), tem que analisar como será a volta, pois pode passar perrengue. Além disso, fique de olho nos horários para não perder o último ônibus e lembre de acenar, pois vi relatos de atrasos e até mesmo casos do BUS NÃO PARAR.

E se você estiver viajando com mais pessoas, como Punta del Este fica pertinho, acho válido ir de táxi ou Uber.

Curiosidades

  • Uma história triste, mas com um final feliz. Vilaró é conhecido por ser o pai de Carlos Miguel, um dos 17 sobreviventes do acidente aéreo na Cordilheira dos Andes em 13 de outubro de 1972, no qual eles ficaram 72 dias nos andes até serem resgatados. A história virou até filme, Alive em inglês ou Vivos aqui no Brasil.
  • Acontece diariamente na Casapueblo uma cerimônia do pôr do sol que é acompanhada da gravação de um lindo texto de Vilaró, em que ele agradece ao sol por mais um dia.
  • A Casapueblo inspirou a música de Vinícius de Moraes, “Era uma casa. Muito engraçada. Não tinha teto. Não tinha nada. Ninguém podia. Entrar nela não. Porque na casa. Não tinha chão.” Vinícius de Moraes era amigo de Vilaró.
  • As paredes da Casapueblo foram modeladas com as próprias mãos de Vilaró, que já disse uma vez: “peço perdão à arquitetura por minha liberdade de joão-de-barro”.
  • Ao caminhar pelos cômodos da Casapueblo você vai ver alguns nomes de pessoas famosas. O lugar é tão grande que Vilaró deu nomes às “ruas” da casa. Tem uma especial que ganhou o nome de “callecita de Pelé”, em homenagem ao jogador.
  • Vista do alto, o complexo todo da Casapueblo lembra o formato da bandeira do Brasil.

Outras informações

  • Horário de funcionamento: todos os dias das 10h até o pôr do sol.
  • Preço do ingresso/entrada: 330 pesos uruguaios, aproximadamente 35,00 reais.
  • Se for durante o inverno, se prepare para o frio e vento rigoroso, a dica é ir bem agasalhado e se possível, use uma toca para proteger suas orelhas.
  • E importante, planeje para chegar umas 2 horas antes do pôr do sol, assim tem tempo para visitar o museu e terraços com calma.

***Confira outros posts do Uruguai***


***Receba outras dicas de viagem***


Comece a planejar sua viagem aqui

Continue planejando sua viagem usando um dos parceiros do blog. Se fizer sua reserva através dos links abaixo, eu ganho uma pequena comissão. Você não paga a mais por isso e ainda me ajuda a manter o blog.

Reserve seu hotel/hostel: faça sua reserva pelo Booking.com, site de hospedagem que garante os melhores preços em qualquer lugar do mundo. Além disso, muitos hotéis oferecem cancelamento gratuito.

Seguro Viagem: curta sua viagem sem preocupação adquirindo um seguro viagem. Lembrando que na Europa ele é obrigatório e nos Estados Unidos não existe saúde pública. Faça aqui sua cotação com a Seguros Promo e garanta os melhores preços. E olha que legal, você pode pagar em até 12x no cartão de crédito ou ter 5% de desconto no boleto.

Hospedagem: ganhe R$180 de desconto na sua primeira reserva no Airbnb, uma plataforma de aluguel de casas e apartamentos ao redor do mundo.

Aluguel de carro: alugue um veículo pela RentCars. Além disso, pague em até 12 vezes no cartão de crédito. E como é a cobrança é em reais, não tem taxa de IOF.

Ingressos: evite filas, compre ingressos com antecedência para atrações turísticas, excursões entre outros passeios pela Get Your Guide.

 

Leia também

0 comentário

Uruguai: City Tour de um dia em Piriápolis, Casapueblo e Punta Del Este – Uma Turista Nas Nuvens 21 de setembro de 2016 - 22:06

[…] O Uruguai é um país muito pequeno, e por isso, a facilidade de se locomover por lá é muito melhor se compararmos com o nosso gigante Brasil. Para quem tem planos de visitar o nosso vizinho, o país tem como um dos principais destinos o agitado balneário de Punta Del Este e sua vizinha Punta Ballena, onde fica a pequena Grécia da América Latina, a lindona Casapueblo.  […]

Responder
Colonia Del Sacramento: conheça a cidade mais charmosa do Uruguai em 1 dia – Uma Turista Nas Nuvens 31 de outubro de 2016 - 00:45

[…] A magnífica Casapueblo em Punta Ballena, ao lado de Punta Del Este […]

Responder
O que fazer em Montevidéu no inverno: roteiro completo de 1 dia – Uma Turista Nas Nuvens 31 de outubro de 2016 - 01:40

[…] A magnífica Casapueblo em Punta Ballena, ao lado de Punta Del Este […]

Responder
Retrospectiva: as melhores viagens de 2016 – Uma Turista Nas Nuvens 28 de dezembro de 2016 - 20:00

[…] A magnífica Casapueblo em Punta Ballena, ao lado de Punta Del Este […]

Responder

Deixe um comentário

Este site usa cookies para melhorar sua experiência. Ao continuar utilizando o site, suponho que está tudo bem para você, Beleza, por mim tudo bem.